Procure no JP

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Vantagem mínima para o Centro Olímpico na semi do Brasileiro

Fala pessoal!

O Campeonato Brasileiro Feminino chegou à sua fase semi-final e no meio da semana o JP foi até o Estádio Paulo Machado de Carvalho ver o encontro de ida entre as paulistanas do Centro Olímpico e as catarinenses do Kindermann. Não foi um jogo tão perdido assim por conta da transmissão ao vivo pela televisão, mas não dava para ficarmos de fora do mesmo jeito.

O Kindermann se classificou como líder do Grupo 5, um ponto à frente do Botafogo/RJ. O ADECO ficou em segundo do Grupo 6, três pontinhos atrás da Ferroviária. Aliás, não houve nenhuma surpresa na segunda fase e os quatro melhores times confirmaram o enorme favoritismo. Para esse jogo de ida no Pacaembu, a palavra de ordem no Centro era uma vitória, se possível por boa margem de gols.


AD Centro Olímpico (Feminino) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


SE Kindermann (Feminino) - Caçador/SC. Foto: Fernando Martinez.

E só porque falei bem da temperatura na semana anterior, nessa fui brindado com um calor insuportável. Menos mal que a partida foi marcada para as 16h30, mas mesmo assim a coisa foi complicada. O que restou foi procurar as preciosas sombras das torres de iluminação do velho estádio.


Capitãs dos times junto ao quarteto de arbitragem paulista com a árbitra Regildênia de Holanda Moura e as assistentes Tatiane Sacilotti Camargo e Renata Ruel de Brito e o quarto árbitro Aurelio Santana Martins. Foto: Fernando Martinez.

Como agora não há mais moleza no Brasileirão, a peleja foi muito disputada. As meninas do Sul conseguiram equilibrar o jogo durante os primeiros 15 minutos, mas depois o Centro Olímpico foi melhor. A presença da camisa 77 Darlene foi essencial para que o ataque local criasse grandes chances.


Jogadora do Kindermann neutralizando ataque local. Foto: Fernando Martinez.

O jogo seguiu sem o gol por causa da boa atuação da goleira Bárbara e também de certo preciosismo das atacantes locais. Em algumas oportunidades, ao invés de chutarem no gol rolava a tentativa de um desnecessário toque a mais, uma opção que se mostrou sempre equivocada.


Marcação forte da camisa 8 Mayara. Foto: Fernando Martinez.


Darlene armando o trio dentro da área catarinense. Foto: Fernando Martinez.

No apagar das luzes do primeiro tempo finalmente o placar foi inaugurado com a única falha de Bárbara em todo o jogo. Ela errou o tempo de bola e saiu mal do gol para tentar cortar um cruzamento da direita. A zagueira Érika, ligada demais no lance, surgiu por trás da arqueira e cabeceou firme para para marcar o primeiro.


Detalhe do gol do Centro Olímpico marcado por Érika. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final o sol deu uma sumida, mas o Centro Olímpico continuou superior. O Kindermann teve mais posse de bola, mas chance de gol clara que é bom não aconteceu. As locais perderam a oportunidade de construírem uma grande vantagem para a peleja de volta em Santa Catarina.


Bola alçada na área do Kindermann. Foto: Fernando Martinez.


A melhor chance do ADECO no tempo final começou com esse drible de Darlene na goleira Bárbara. Foto: Fernando Martinez.

A melhor oportunidade para o segundo gol saiu de uma jogada de classe de Darlene e conclusão de Tamires. A camisa 77 avançou pela esquerda, driblou a goleira e tocou para o meio da área. Com o gol completamente aberto a camisa 33 chutou por cima e jogou fora a chance para ampliar a vantagem paulistana.


Várias defensoras tentando parar a camisa 77 do Centro Olímpico. Foto: Fernando Martinez.


A camisa 8 do Kindermann procurando a bola. Foto: Fernando Martinez.

No fim, o placar terminou com a vantagem mínima construída ainda no tempo inicial: Centro Olímpico 1-0 Kindermann. No jogo de volta, o ADECO joga pelo empate e também pode perder por um gol de diferença desde que marque (1x2, 2x3, etc...). Ao Kindermann cabe vencer por dois gols de diferença ou repetir o placar do Pacaembu para levar a disputa para a cobrança de pênaltis.

O sol ainda reinava potente no céu paulistano e dali segui junto com o amigo Cosme de volta para o Bom Retiro. Luiz Fôlego já nos aguardava para um bate-papo com uma sensacional pizza de bacon num restaurante da região. Quase três horas depois finalmente estava em casa para uma merecida noite de descanso.

No dia seguinte teve mais futebol, agora com mais uma equipe nova na Lista, cortesia da Sul-Americana.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário