Procure no JP

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Mais um jogo sem vitória da Portuguesa na Série B

Opa,

Há um ano atrás a Portuguesa recebeu o Náutico pela Série A e destruiu o time pernambucano numa fase em que tudo ia de vento em popa pelos lados do Canindé. Hoje a situação é muito diferente, e as duas equipes se enfrentaram em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Série B num clima de baixissimo astral.


Times se cumprimentando depois do Hino Nacional. Foto: Fernando Martinez.

Com apenas três vitórias em 25 jogos disputados, o rubro-verde tentava mais uma vez voltar a vencer em casa, algo que não acontece desde antes da Copa do Mundo. O horroroso horário das 21h50 e a campanha ridícula levaram apenas 1.215 pagantes à casa lusitana mesmo com o ingresso a 10 reais.


Náutico atacando pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

A maior parte do pessoal deve ter se arrependido amargamente por terem saído de casa, pois a peleja foi muito ruim. A falta de criatividade crônica, somada a inúmeros passes errados e um marasmo assustador formou o cenário de terror da noite da terça-feira.


Zaga pernambucana afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.

A Portuguesa até buscou impor alguma pressão, mas ela foi logo neutralizada pela zaga do Náutico. Vi os primeiros 45 minutos ao lado do amigo Ricardo Espina nas tribunas do estádio e confesso que dei umas pescadas sensacionais tomado pelo sono.


Início de ataque rubro-verde. Foto: Fernando Martinez.

No tempo final os times melhoraram um pouquinho (também, não dava para tudo ficar pior do que estava), mas nada assim tão especial. Juro que busquei do fundo da memória algum lance que tenha marcado a partida para poder relatar aos amigos, mas nada é realmente digno de registro.


Atletas dentro da área defendida pelo goleiro paulista. Foto: Fernando Martinez.

Ao término dos 90 minutos aconteceu o óbvio: o marcador ficou em Portuguesa 0-0 Náutico, deixando a Lusa mais longe de sair da zona de rebaixamento e o time pernambucano mais longe dos líderes. Tá difícil imaginar uma situação melhor no horizonte rubro-verde.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário