Procure no JP

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Com gol nos acréscimos, Azulão vence a primeira na A2

Opa,

Fechando a rodada dupla do sábado, fui na base da correria até a cidade de São Caetano do Sul ver o segundo compromisso do São Caetano no Estádio Anacleto Campanella válido pela terceira rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2. O adversário da equipe do ABC foi o Guaratinguetá.


Graças a uma correria desmedida, somente consegui a imagem oficial do Guaratinguetá. Já está bom... Foto: Fernando Martinez.

Graças ao desempenho pífio em 2013, quando terminou o estadual na 19ª colocação, o Azulão voltou a disputar a série A2 após 13 anos. Desde que conquistou o acesso para a A1 no ano 2000 - vencendo uma emocionante final contra o então Etti Jundiaí - o Azulão teve por um bom tempo destaque nacional e internacional. O título estadual de 2004, as duas finais de Brasileiro em 2000/2001 e a final da Libertadores de 2002 são prova disso.


Capitães dos times e trio de arbitragem da peleja no ABC. Foto: Fernando Martinez.

Hoje em dia os tempos são outros, e além da disputa da A2, o time irá jogar no segundo semestre o Brasileiro da Série C, competição que jogou pela última vez no distante 1998. Os dias de glória do Azulão parecem cada vez mais coisa do passado.

Mesmo se tratando de um jogo da terceira rodada do certame, o clima de decisão já era evidente, pois o São Caetano tinha perdido seus dois primeiros compromissos (1x2 contra a Itapirense e 0x1 contra o Batatais). Triunfar contra a Garça era a palavra de ordem.


Ataque local pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Já tinha ouvido várias impressões negativas de amigos em relação ao Azulão, e confesso que me surpreendi com a boa atuação do time do ABC. O primeiro tempo até que foi equilibrado, e nas poucas chances de gol houve um leve domínio local. Independente disso, no intervalo o placar era de 0x0.


Jael se lamentando por insucesso no setor ofensivo do São Caetano. Foto: Fernando Martinez.


Mais um ataque do Azulão pela lateral. Foto: Fernando Martinez.

Na segunda etapa a história foi outra e o São Caetano jogou o tempo todo no setor defensivo do Guaratinguetá. A peça que destoava dos demais atletas do setor ofensivo era o atacante Jael, que sem crueldade alguma conseguiu a proeza de destruir todas as boas investidas locais.


Outro ataque desperdiçado pelo camisa 9 Jael. Foto: Fernando Martinez.

Aos 14 minutos Jackson, destaque do Flamengo de Guarulhos em 2013, entrou em seu lugar e deu nova cara ao ataque do São Caetano. O domínio era completo, mas o gol teimava em não sair. A peleja foi seguindo com esse cenário e parecia que o time da casa não conseguiria vencer a primeira.


Artilharia aérea contra a zaga da Garça. Foto: Fernando Martinez.


Falta para o time do ABC pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Por sorte, brilhou a estrela do jogador Ésley e ele marcou o sofrido gol da vitória no crepúsculo do jogo, aos 47 minutos. Mais do que merecido, o placar final de São Caetano 1-0 Guaratinguetá deu uma lufada de esperança na busca de uma boa campanha do Azulão na A2.

Depois dessa rodada dupla com fortíssimo calor, o que mais queria era um banho, minha cama e o meu querido amigo ventilador. O futebol voltou à pauta no domingo cedo, com o primeiro jogo do Paulistão na cidade de Osasco em todos os tempos.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário