Procure no JP

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

São Bernardo FC não faz a lição de casa mas continua no Baetão

Salve amigos!

Acompanhando a rodada decisiva da Copa São Paulo de Futebol Júnior, estive no Baetão pra acompanhar o duelo entre o time da casa e o Clube Náutico Capibaribe. O São Bernardo FC perderia a classificação no caso de uma derrota por oito gols de diferença. Nem o mais fiel torcedor do Paulista de Jundiaí acreditava em tal feito do clube pernambucano.

A preocupação da torcida era em garantir o primeiro lugar do grupo, com uma vitória simples, que credenciaria a equipe a receber o CA Taboão da Serra pela segunda fase do torneio. Caso contrário, o escrete poderia dar adeus ao gramado sintético do Estádio Municipal Gíglio Portugal Pichinin.


São Bernardo FCL (sub20) - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


C Náutico C (sub20) - Recife/PE. Foto: Estevan Mazzuia.


Quarteto de arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Estevan Mazzuia.

Como era de se esperar, o Tigre do ABC começou melhor e aos 8 minutos Luis Felipe bateu da direita e o goleiro Bruno mandou pra escanteio. Após a cobrança, Gabriel teve excelente reflexo mas carimbou a parte inferior do poste esquerdo do arqueiro pernambucano.


Bruno operou milagres no Baetão. Foto: Estevan Mazzuia.

O onze nordestino arriscava algumas boas subidas ao ataque mas, já eliminado, parecia buscar apenas lances de efeito. Apesar de bastante movimentado, o primeiro tempo seguiu sem a marcação de gols.


Bom público acompanhou a peleja. Foto: Estevan Mazzuia.


Visão panorâmica da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

A primeira grande chance da segunda etapa foi recifense. Arthur chutou em cima do goleiro Dida, após um veloz contra-ataque pela esquerda. O aurinegro batateiro entrava com certa facilidade na área adversária, mas pecava muito nas finalizações. Quando acertava, esbarrava em Bruno, que seguia fazendo milagres pra impedir o gol bernardino.


Jogador lamenta mais uma intervenção de Bruno (ao fundo). Foto: Estevan Mazzuia.

O caldo pareceu entornar de vez quando Flávio, de pênalti, abriu o placar em favor do Timbu. Mas aos 30 minutos, após belíssima jogada pelo lado direito, Pastorelli entrou na área e acertou o ângulo esquerdo de Bruno.


Detalhe do gol pernambucano. Foto: Estevan Mazzuia.


Céu foi uma bela moldura da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 32 minutos houve uma briga fora do lance entre Piauí, do Naútico, e Cordeiro, do Bernô, e ambos foram expulsos diretamente. Aos 44, no melhor estilo Suarez, Danilo impediu o que seria o gol da virada, e como não é goleiro, acabou expulso diretamente, também. Bruno não precisou contar com a sorte de Muslera, e ele mesmo impediu o gol.



Nome do jogo, Bruno defendeu pênalti no final da partida e vibrou como um campeão. Fotos: Estevan Mazzuia.

Fim de jogo, São Bernardo FC 1x1 Náutico, resultado muito lamentado pela torcida. No final das contas, o critério de fixação do mando de campo para a segunda fase pareceu muito nebuloso, pois o Taboão que teve que se deslocar pra São Bernardo. A “ajudinha” da FPF não foi suficiente, pois o tigre acabou eliminado em casa.

Após a rodada tripla de sábado, acompanhei um Dia do Gordo com a rapaziada, mas acabei escolhendo um saboroso hambúrguer de girassol com legumes para mim. Afinal, o dia seguinte previa uma rodada quádrupla, e resolvi não exagerar.

Grande abraço!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário