Procure no JP

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

No sufoco, São Paulo vence o Brasília nos penais e vai para as quartas

Fala, pessoal!

O segundo jogo em que o JP marcou presença nas oitavas-de-final da Copa São Paulo de Futebol Júnior foi um daqueles bem insólitos, algo raro numa terceira fase da competição. Afinal, ninguém em sã consciência imaginava que poderia rolar um duelo entre São Paulo e o genial Brasília em busca de uma vaga nas quartas.


São Paulo FC (sub20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.

Após eliminar facilmente o Botafogo (jogo que teve cobertura do JP), o Colorado queria surpreender os mais incautos novamente e igualar a histórica campanha do CFZ de Brasília de 2010, ano em que o futebol do Distrito Federal chegou pela única vez entre os oito melhores da Copinha.


Brasília FC (sub20) - Brasília/DF. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo sem apresentar um futebol vistoso na maior parte da competição - o solitário destaque talvez tenha sido o primeiro tempo sensacional realizado contra o Nacional - o São Paulo queria fazer valer sua maior tradição para chegar nas quartas-de-final pela 23ª vez nas últimas 30 participações... Um assombro.


Quarteto de arbitragem e capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Pelo que tinha visto das duas equipes, apostava num jogo equilibrado. E o pessoal que foi para a Arena Barueri conferiu um duelo muito tenso, permeado por muito sofrimento para os torcedores do escrete paulistano. O Brasília fez novamente um jogo muito seguro e jogou com enorme consciência.


Primeira chance de gol para o São Paulo pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

O time do Centro-Oeste chamou o tricolor para seu campo nos primeiros trinta minutos de jogo, uma arriscada opção que acabou dando certo. O São Paulo ocupou todo o setor defensivo e criou boas chances para abrir o marcador, a melhor delas numa bola na trave de Matheus Queiroz em chute da esquerda. Por sorte, a pelota correu em cima da linha e foi parar nas mãos do arqueiro Fernandes.


Matheus Queiroz e a melhor chance de gol paulista em todo o primeiro tempo. O Brasília deu sorte nessa... Foto: Fernando Martinez.


Defensor colorado se contorcendo todo para cortar ataque local. Foto: Fernando Martinez.

Passado esse ímpeto tricolor, o onze brasiliense passou a se soltar mais e equilibrou as ações no último terço do tempo inicial, fazendo a peleja chegar ao seu intervalo sem a abertura do marcador.


Zagueiro do Brasília protegendo a pelota. Foto: Fernando Martinez.

No segundo tempo o São Paulo voltou a mostrar os erros da primeira fase e não conseguiu mais jogar. O Colorado se aproveitou e, mostrando grande inteligência, irritou - no bom sentido - os atletas paulistanos. O bom futebol do Brasília foi premiado com o primeiro gol do jogo aos 21 minutos, em cabeçada precisa do camisa 9 Marlon.


Boa jogara aérea brasiliense no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

Para desespero do amigo Ricardo Espina, companhia na parte alta da Arena durante o tempo final, o São Paulo não conseguia se acertar em campo. O relógio corria de forma implacável e a cada virada do ponteiro, a apreensão era ainda maior.


Lance do gol de empate do São Paulo, marcado por Lucas Possignolo. Foto: Fernando Martinez.

O Brasília se segurava bem na defesa, e no único erro que cometeu, o São Paulo empatou. A bola foi alçada da direita em cobrança de escanteio e Lucas Possignolo, subindo entre três atletas colorados, cabeceou firme para o fundo das redes. Antes do apito final Ewandro ainda fez o segundo para o tricolor, mas em impedimento.


Ewandro fez o segundo... mas o tento foi anulado por impedimento. Foto: Fernando Martinez.

Após 90 minutos sofridos, a vaga nas quartas seria definida na cobrança de pênaltis. Era a chance do Brasília fazer história e eliminar um gigante do futebol de base. Pena para a torcida da equipe que as cobranças deixaram a desejar.


Goleiro Fernandes olhando a bola estufar as redes em cobrança de pênalti do São Paulo. Foto: Fernando Martinez.

Vitão e Victor Souza marcaram, mas Yan e Marlon bateram mal e não converteram. Melhor para o São Paulo, que através de Gabriel Boschilia, Lucas Silva, Ewandro e Inácio (Pedro Bortoluzo chutou nas mãos de Fernandes) venceu a suada disputa e foi às quartas-de-final da Copa São Paulo.


Victor Souza marcou o derradeiro tento do Brasília. Foto: Fernando Martinez.


Inácio bateu firme e colocou o time paulista nas quartas da Copinha. Foto: Fernando Martinez.

O placar de São Paulo 1 (4) - 1 (2) Brasília marcou a segunda melhor campanha de um time candango na história da Copinha. O Colorado saiu da competição de cabeça erguida e de forma invicta, somando três vitórias e dois empates. Posso afirmar que foi um dos melhores times que vi na competição.

Com o relógio marcando quase 11 e meia da noite, consegui uma providencial carona com o gente boa Antônio Ventura, ex-árbitro e atual comentarista da Rede Vida até o meu QG na capital bandeirante. Nesse frenético mês de janeiro, já voltei às atividades dois dias depois, com Copinha e também com a rodada inaugural do Paulistão 2014.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário