Procure no JP

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Raposa soma um ponto diante do Campeão do Mundo

Salve, amigos!

Trilhando o caminho rumo à minha meta pessoal para 2013, estive no Pacaembu no último domingo, para matar a saudade do Coringão e rever o Cruzeiro depois de 12 anos. Havia visto o líder do Campeonato Brasileiro da Série A em cinco oportunidades, duas delas no profissional: contra o mesmo Corinthians, no mesmo Paulo Machado de Carvalho, em um empate com dois gols de bola parada (Neto e Charles), e outra no Mineirão, mais um empate em um gol, diante do chileno Colo-Colo.

As fortes chuvas que se abateram sobre a capital bandeirante por pouco não fizeram com que eu desistisse de meu desiderato, mas mesmo chegando uns dez minutos atrasado, acompanhei um agradável 0x0.


28 mil torcedores compareceram ao Pacaembu. Foto: Estevan Mazzuia.

O primeiro tempo foi todo cruzeirense. Irreconhecível, o time de Tite dava muitos espaços ao onze azul e mal conseguia passar do meio de campo. Em tarde inspirada, Cássio fez ao menos três defesas milagrosas, e conseguiu que o alvinegro não fosse para os vestiários já sofrendo uma acachapante goleada.


Um raríssimo ataque alvinegro na primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Confesso que eu estava muito confiante na vitória alvinegra, afinal, é a cara do Corinthians engrossar contra os bons times, e sofrer contra os fracos. E a fase do Timão era a deixa para uma boa vitória.


Bola na área de Cássio: a tônica da primeira etapa.. Foto: Estevan Mazzuia.

Confirmando meus prognósticos, o jogo foi exatamente o outro no segundo tempo. Não fosse a indiscutível qualidade cruzeirense, e o fato de o time mosqueteiro se negar a marcar a saída de bola, os visitantes não teriam chegado a menos de 100 metros do portão da Charles Miller.


Na segunda etapa, foi a vez de Fábio trabalhar. Foto: Estevan Mazzuia.

Foi a vez de Fábio operar seus milagres. Tite não soube mexer no time: sacou o desequilibrador Emerson, deixando um Romarinho morto em campo, e Pato não recebeu uma única bola redondinha.


No fim das contas, a partida ficou toda concentrada no gol do tobogã. Foto: Estevan Mazzuia.

Fim de jogo, Corinthians 0x0 Cruzeiro. Resultado que não foi tão ruim para os donos da casa, primeiro por conta da situação atual do adversário, segundo por conta de sua própria situação. O ponto somado interrompeu uma sequencia de derrotas, mas mantém a sequencia sem vitórias, e a luz amarela ainda está acesa no Parque São Jorge. Nesse momento, a zona de rebaixamento está mais próxima do que a classificação para a Libertadores.

Para o Cruzeiro, o empate fora de casa, por si só, e diante de um time forte, ainda que em má fase, é muito bom. A derrota do Botafogo em casa contribuiu ainda mais para a festa da boa torcida presente, e distanciou ainda mais o líder na frente da tabela.

Até a próxima!

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário