Procure no JP

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Santo André vence a primeira na Série C do Brasileiro

Olá,

No último domingo pela manhã, estive na cidade de Indaiatuba para conferir a partida Primavera x Cotia, pela Segundona, Para minha surpresa, o colega Fernando não pôde ir ao jogo pré-definido que seria realizado no domingo à tarde. Diante disso, saí em disparada de Indaiatuba e, numa verdadeira maratona, segui com destino à cidade de Santo André para cobrir uma partida do Campeonato Brasileiro da Série C.

A partida em questão foi E.C. Santo André x S.E.R. Caxias do Sul, que foi realizada no Estádio Bruno José Daniel e valeu pela 3ª rodada da primeira fase da competição, em seu Grupo D. Apesar da correria, cheguei a tempo de fazer as fotos oficiais, as quais estão apresentadas abaixo:


E.C. Santo André - Santo André/SP. Foto: Orlando Lacanna.


S.E.R. Caxias do Sul - Caxias do Sul/RS. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem comandado por Antonio Denival de Morais (PR), seus assistentes Ivan Carlos Bohn (PR) e Alex Alexandrino (SP), ao lado dos capitães. Foto: Orlando Lacanna.

Esse duelo colocou frente à frente duas equipes que ainda não haviam vencido na competição, sendo que o Santo André vinha de duas derrotas, uma para o Brasil de Pelotas por 3 x 2 e outra para a Chapecoense por 3 x 0. Por outro lado, o Caxias havia realizado, até então, apenas uma partida que acabou empatada em 2 x 2 contra a Chapecoense. Portanto, a conquista da virória era fundamental para os dois times, não só visando uma possível classificação à próxima fase, como também para fugirem da zona de rebaixamento, uma vez que esse campeonato é de tiro curto, com as equipes realizando apenas 8 jogos cada.

Como o Santo André estava jogando pela segunda vez em casa, um mau resultado seria um desastre, pois o colocaria como candidato sério ao rebaixamento à Série D. Diante disso, o Ramalhão saiu com tudo para o ataque, visando encontar o caminho das redes o mais rápido possível. Logo aos 4 minutos o camisa 7 Negreti, assustou o goleiro gaúcho Walter, numa cabeçada que tirou tinta do poste direito.




Todo torto Negreti cabeceando e levando perigo à meta Gaúcha. Foto: Orlando Lacanna.


Até por volta dos 20 minutos, só deu Santo André, que mantinha a posse de bola por muito mais tempo, mas encontrava dificuldades para penetrar no setor defensivo do time grená e, com isso, tentava os arremates de meia distância, porém os seus atletas não estavam com a pontaria calibrada.


Arrancada do lateral Iran com um adversário em seu encalço. Foto: Orlando Lacanna.

O Caxias jogava com muita cautela, priorizando a defesa e só saindo em contra-ataques, tanto que o seu primeiro arremate ao gol andreense, ocorreu aos 22 minutos, através de Thomaz e sem levar perigo. Somente aos 27 minutos, o time visitante criou o primeiro momento perigoso, numa arrancada pela direita do camisa 10 Thomaz, que chutou forte e cruzado, exigindo difícil defesa do goleiro André Luís. A resposta do Santo André veio aos 32 minutos, numa jogada rápida pela direita executada por Vanderley, cuja conclusão passou muito perto.


Chute cruzado de Vanderley que levou perigo à meta do Caxias. Foto: Orlando Lacanna.

A tônica da primeira etapa foi o Santo André comandando as ações, porém com poucos lances de maior perigo. Pelos lados do Caxias, a sua postura mais defensiva, o impedia de incomodar com frequência o goleiro do Ramalhão. Diante disso, os primeiros 45 minutos foram encerrados sem que houvesse movimentação no placar, ficando para o segundo tempo a expectativa de que o jogo pudesse melhorar.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Orlando Lacanna.

A segunda etapa começou e nos primeiros 15 minutos, aconteceram lances de ataques em quantidade maior do que o primeiro tempo todo e isso era um indicador que o tempo final seria melhor. O primeiro lance mais agudo aconteceu aos 5 minutos e foi do Caxias, através de um tirambaço de Pedro Henrique, que exigiu uma defesa de porte do arqueiro andreense. Aos 12 minutos, foi a vez do Santo André assustar, numa cabeçada venenosa de Vanderley que foi defendida pelo goleiro gaúcho.


Jogada de ataque do Santo André, que levou perigo à meta gaúcha no início do segunto tempo. Foto: Orlando Lacanna.

As equipes se alternavam nas investidas ao ataque, como aconteceu na marca dos 13 minutos com o Caxias, que chegou pela esquerda através de Marinho, concluindo para fora com perigo. Dois minutos depois, foi o Santo André que voltou ao ataque, agora por intermédio de Cristiano, porém a conclusão não foi boa.


Pedro Henrique, do Caxias, cercando atacante do Ramalhão. Foto: Orlando Lacanna.

Dos 15 minutos em diante, os donos da casa voltaram a comandar as ações e numa escapada pela esquerda, foi feito um cruzamento milimétrico em direção à cabeça do zagueirão Daniel Gigante, que mandou a bola para o fundo da rede gaúcha, aos 25 minutos, inaugurando o marcador para o Ramalhão. Apesar do bom cruzamento, achei que o goleiro Walter deu uma vacilada na saída para tentar o corte.


Momento exato da cabeçada de Daniel Gigante que resultou no gol do Santo André. Foto: Orlando Lacanna.

Atrás no marcador, só restava ao Caxias tentar tirar a diferença, mas na prática não foi isso que aconteceu, pelo menos até por volta dos 40 minutos, pois a melhor chance, até então, havia sido criada pelo Santo André, aos 38 minutos, que só não aumentou a diferença através de Vanderley, graças a infelicidade do camisa 9 andreense, que chegou um milésimo de segundo atrasado e não consegui desviar para o gol um cruzamento sob medida vindo da direita.

Nos últimos 5 minutos, o Caxias foi para o famoso "tudo ou nada"e empurrou o Santo André para o seu campo de defesa, gerando apreensão junto aos torcedores locais, que não admitiam que seu time deixasse escapar a vitória. O susto maior aconteceu aos 44 minutos, quando o camisa 9 Paulo Rangel, cabeceu com perigo, mandando a bola por cima do travessão. Para aumentar a tensão, o camisa 7 do Santo André Negreti acabou sendo expulso, deixando sua equipe com um homem a menos por alguns minutos.


Jogada aérea do ataque do Caxias no finalzinho da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de jogo com o resultado de Santo André 1 - 0 Caxias, que tirou o time paulista da última colocação, deixando-o na 4ª posição com 3 pontos em 3 partidas, enquanto os gaúchos ficaram na lanterna (5ª posição) com apenas um ponto, mas com uma partida a menos. O próximo jogo do Santo André será fora de casa, enfrentando o Joinville e encerrando sua participação no primeiro turno. Pelos lados do Caxias, a próxima partida será um duelo regional, contra o Brasil de Pelotas fora de casa.

Tão logo a partida foi encerrada, voltei para São Paulo em companhia do amigo Milton Haddad, para finalmente ter um merecido descanso e acompanhar o resto da transmissão do Brasileirão pela telinha. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário