Procure no JP

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Jacareí vence mais uma e assume liderança do Grupo 10 da Segundona

Olá,

Não é muito comum a realização de partidas de futebol numa terça-feira à tarde, porém, nessa semana, a tabela do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, marcava a partida Jacareí A.C. x Tupã F.C., válida pela segunda rodada da segunda fase da competição, em seu Grupo 10, para a última terça-feira às 15:00hs. Diante disso, peguei a Via Dutra e fui até a cidade de Jacareí, mais precisamente ao Estádio Stavros Papadopoulos, com o objetivo de fazer a cobertura da citada partida.

Ao chegar ao meu destino, tive o prazer de conhecer pessoalmente o Sr. Pedro Francisco Garcia, Diretor de Futebol do Tupã, que quase ninguém conhece pelo seu nome verdadeiro. O citado Diretor, na verdade é um dos grandes ídolos da torcida do Corinthians, o talismã Tupãzinho. Conversamos muito sobre o Tupã F.C. e também sobre a memorável conquista corinthiana do Brasileirão de 1.990, quando ele marcou o gol da vitória contra o São Paulo na partda decisiva. Além dele, também tive o prazer de conhecer a atual Presidente do clube, a Sra. Fabiane Bizo Menezes, que distribuiu simpatia.


O ídolo corinthiano Tupãzinho e a simpática Presidente Fabiane Bizo Menezes. Fotos: Orlando Lacanna.

Depois das conversas, fiquei aguardando a entrada das equipes e dos árbitros, visando fazer as fotos oficiais, as quais são exclusivas e estão apresentadas abaixo:


Jacareí A.C. - Jacareí/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Tupã F.C. - Tupã/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem formado por Luciano Alves de Lima, seus assistentes Daniel Paulo Ziolli e Fábio Luiz Freire, ao lado dos dois capitães. Foto: Orlando Lacanna.

O duelo entre os tricolores, colocou frente a frente, duas equipes que haviam conseguido vitórias na primeira rodada dessa fase, sendo que o Jacareí havia vencido o São Bernardo, fora de casa, por 2 x 1, enquanto o Tupã tinha derrotado o Desportivo Brasil, em casa, por 1 x 0. Portanto, o vencedor desse confronto daria um passo enorme visando a passagem para a terceira fase do campeonato.

Com a bola rolando, o equílibrio foi a marca registrada nos primeiros 20 minutos, com um ligeiro predomínio das ações por parte do Jacareí, embora sem criação de lances mais agudos. Nesse período, as defesas prevaleceram.


Jogada aérea do ataque do Jacareí no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Os primeiros lances mais perigosos aconteceram aos 21 e 23 minutos e foram do Tupã, em duas cobranças de faltas, a primeira por Adriano Peixe e a segunda por Vitti, as quais exigiram duas boas defesas do goleiro Anderson, sendo que na segunda cobrança, a bola ainda tocou no poste direito e saiu para escanteio.


Cobrança de falta por Adriano Peixe que foi desviada pelo goleiro Adriano. Foto: Orlando Lacanna.

A partir dos 30 minutos, o domínio territorial do Jacareí aumentou e como consequência, surgiram ataques mais perigosos, como aconteceu aos 35 minutos, num arremate de Marcão, que passou muito perto. Um minuto após, o zagueiro e capitão do Tupã, Diego Vieira, salvou de cabeça, quase em cima da linha fatal, uma cabeçada do camisa 9 Marcão. O gol do JAC estava amadurecendo.


Zagueiro Diego Vieira desviando de cabeça e salvando o Tupã de sofrer o primeiro gol. Foto: Orlando Lacanna.

O ataque do Jacareí não tirava o pé do acelerador, tanto que, aos 37 minutos, o camisa 10 Luiz Guilherme, mandou um foguete que tirou tinta do poste direito. Um minuto depois, não teve jeito e o time da casa saiu na frente no marcador, através de um gol anotado pelo camisa 4 Zila, de cabeça, aproveitando cruzamento da meia-direita em cobrança de falta.


Detalhe do primeiro gol do JAC anotado de cabeça por Zila. Foto: Orlando Lacanna.

O gol de abertura não abateu o time visitante, que foi à luta e, na marca dos 43 minutos, igualou o placar por intermédio do camisa 11 Léo Souza, que subiu livre de marcação e mandou a bola para o fundo da rede, numa cabeçada certeira, levando para o intervalo, o empate em 1 x 1.


Momento exato da cabeçada de Léo Souza no gol de empate do Tupã. Foto: Orlando Lacanna.

Na segunda etapa, o Jacareí voltou com tudo e disposto a conseguir a vitória, forçando o ataque pelo lado direito e cruzando bolas para o grandalhão Marcão, que acabou marcando o segundo gol, aos 8 minutos, aproveitando de cabeça, cruzamento vindo da direita em outra cobrança de falta. Foi quase uma repetição da jogada do primeiro gol do JAC.


Desvio de cabeça de Marcão que não aparece na foto, no segundo gol do time de Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.

O segundo gol deu uma balançada no Tupã, que não conseguia segurar o rápido ataque do Jacareí, que quase chegou ao terceiro gol, aos 12 minutos, numa arrancada fulminante do camisa 17 Juninho, que partiu do meio-de-campo, chegando até a área e concluíndo para fora com muito perigo. O Jacareí era o dono do jogo.

Os anfitriões insistiam em atacar pelo lado direito e, em mais uma jogada que nasceu naquele lado do campo, houve outro cruzamento em direção à cabeça de Marcão, que já se preparava para golpear, quando foi deslocado no ar pelo camisa 2 Bartô. O árbitro bem colocado, marcou pênalti, que foi cobrado e convertido por Luiz Guilherme, aos 15 minutos, alterando o placar para 3 x 1.


Terceiro gol do Jacareí anotado por Luiz Guilherme cobrando pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Com a vantagem de dois gols, o Jacareí deu uma segurada e assumiu uma postura mais cautelosa, chamando o Tupã pra cima, visando encaixar algum contra-ataque e liquidar a fatura. Essa estratégia deu certo, pois, aos 32 minutos, o time do Vale do Paraíba chegou ao seu quarto gol, anotado por Marcinho, em mais uma jogada realizada pelo lado direito. Aliás, os quatro gols do Jacareí, nasceram de jogadas pelo lado direito do seu ataque.


Bola indo morrer no fundo da meta do Tupã no quarto gol do Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de jogo com o resultado: Jacareí 4 - 1 Tupã, que colocou o time da casa na liderança do seu grupo, agora com 6 pontos em duas partidas. Quanto ao Tupã, a derrota custou o emprego do técnico Emerson Alcântara, que foi desligado do comando técnico da equipe. Ainda há tempo suficiente para conseguir os resultados necessários visando a classificação, uma vez que ainda fará 4 partidas, sendo duas em casa e duas fora. No próximo fim de semana, o Jacareí joga em casa contra o Desportivo Brasil, enquanto o Tupã vai ao ABC enfrentar o EC São Bernardo.

Assim que o árbitro encerrou a partida, voltei para São Paulo, enfrentando aquele trânsito costumeiro tanto na Via Dutra com na Marginal Tietê, mas acabou valendo a pena. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário