Procure no JP

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Grande jogo no ABC e vitória importante do São Bernardo na Segundona

Opa,

Após acompanhar a vitória do Mauaense pelo Paulista sub-20 no sábado à tarde, pegamos o caminho da roça e fomos parar em São Bernardo do Campo, via Rodoanel. Estrada vazia, caminho tranquilo, e logo estava na porta do Baetão, palco do confronto entre São Bernardo e Tupã, pela 3ªrodada do Grupo 10 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Chegamos muito cedo, e logo fomos fazer uma boquinha na porta do estádio. Junto comigo estavam o seu Natal, Rodrigo Colucci e o Raul Burgo. Satisfeitos, entramos no Baetão e logo encontramos os amigos de sempre por lá. Todos aguardando uma vitória do Bernô, caso contrário a situação do time ficaria completamente desesperadora.

Já dentro de campo fiz os cumprimentos básicos com os amigos da Rede Vida, conversei bastante com o técnico Júlio César Passarelli e depois parti para as fotos oficiais.


EC São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Tupã FC - Tupã/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Aurélio Santanna Martins e os assistentes João Bourgalber Nobre Chaves e Caio Mesquita de Almeida junto aos capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Depois de duas derrotas nos dois jogos disputados, o time do ABC buscava os três pontos, pois somente eles dariam uma injeção de ânimo deixando o sonho da classficiação ainda vivo. Já o Tupã somava três pontos, e um resultado positivo fora de casa faria com que a equipe colocasse uma mão na vaga, dependendo apenas de vitórias nos dois jogos que fará em casa. O clima era de decisão.


O amigo Pedro esperando a missa da Rede Vida acabar para acompanhar o jogo de uma forma que nossos avós nem sonhariam. E um prático colchão dentro dos banheiros do Baetão, perfeito para quem quiser tirar uma soneca durante o jogos. Foto: Fernando Martinez.

Para o primeiro tempo resolvi acompanhar o ataque dos donos da casa, mas para meu infortúnio, o jogo se concentrou no ataque do Tupã. O time do interior paulista foi dono das ações ofensivas e chegou muito perto de abrir o marcador. O goleiro Jefferson trabalhou bastante.


Jogadores dentro da área do Tupã. Foto: Fernando Martinez.


Chance do Bernô em bola cruzada. Foto: Fernando Martinez.

Já o Bernô chegou dentro da área do Tupã poucas vezes, todas sem sucesso, já que o time não encontrou uma forma de furar o sistema defensivo do adversário. Colacando na balança, o primeiro tempo foi muito truncado e sem tantas emoções. O intervalo chegou com o óbvio 0x0 estampado no placar.


Zaga do Tupã afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.

Para o tempo final fui para as arquibancadas tortas do Baetão, acompanhar o jogo do alto. Encontrei por ali o Mílton e o amigo Sérgio, da FATV. Vi também que a torcida do Bernô estava bastante animada, com os velhos conhecidos e novas aquisições, todos em nome do Bernô. E o segundo tempo foi muito melhor do que o primeiro.


Disputa de bola no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.


Início de ataque tupaense pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

O Tupã voltou fazendo uma blitz contra a defesa local, chegando muito perto de marcar o primeiro gol e deixando os zagueiros atordoados com investidas perigosas, principalmente pela esquerda. Mas num contra-ataque rápido, o Bernô abriu o marcador com o rápido camisa 7 Chuck completando para o fundo das redes.


Mais uma forte disputa de bola dentro da área. Foto: Fernando Martinez.

Os tupaenses sentiram o gol e nos minutos seguintes a partida passou a ter um leve domínio dos donos da casa. Mas o onze tricolor ainda era perigoso em ataques pelas laterais, e quase chegou ao empate numa cabeçada que foi defendida de forma brilhante pelo arqueiro do Bernô. A partida se encaminhava para o final com os nervos à flor da pele.


Entrevista do ex-jogador Tupãzinho para a Rede Vida durante o jogo do último sábado. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos 38 minutos o pessoal local fez novamente a festa. Após chute de longe, o goleiro Luan soltou a bola nos pés do atacante Roben. Ele perdeu o primeiro chute, mas no segundo se recuperou e tocou firme no canto esquerdo para ampliar a vantagem do Bernô. Mas nem deu tempo de comemorar, já que aos 39 o Tupã fez bela jogada pela direita, e o jogador Roger entrou na área e chutou cruzado para diminuir.


Chance do Tupã pelo alto no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Faltavam pouco mais de 8 minutos para o apito final, e mesmo com uma enorme pressão do time visitante, os donos da casa conseguiram conquistar a vitória. Final de jogo: São Bernardo 2-1 Tupã. O triunfo fez com que o Bernô saísse do zero, mas mesmo com os três pontos obtidos o time ainda se encontra na última posição do Grupo 10. O Tupã fica em terceiro lugar, com a mesma pontuação, mas melhor no saldo de gols. Na rodada seguinte o confronto se repete, agora no interior.

Antes de ir embora ainda vi uma enorme confusão dentro de campo, e só depois dos ânimos terem se acalmado peguei o caminho de casa para um justo descanso. No domingo era para ter acompanhado um clássico, mas lamentavelmente ele não aconteceu.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário