Procure no JP

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Fernandópolis vence o Guarulhos e é líder isolado do Grupo 11

Fala, pessoal!

Na quarta-feira aproveitei a primeira rodada do Campeonato Paulista da Segunda Divisão em dia útil em 2011 e segui até Guarulhos, aonde Guarulhos e Fernandópolis se enfrentariam pela 2ª rodada do Grupo 11 do certame. Mais uma vez o palco foi o Estádio Antônio Soares de Oliveira.

Tive a companhia do David e do seu Natal para essa jornada, numa tarde em que as quatro estações se fizeram presentes enquanto o jogo rolava. Calor, frio, chuva, tempo seco... Uma bagunça metereológica que deixa nosso estado de espírito um tanto quanto confuso, assim como nossa saúde.


AD Guarulhos - Guarulhos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Fernandópolis FC - Fernandópolis/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times, árbitro Philippe Lombard e os assistentes Carlos Augusto Nogueira Júnior e Vítor Carmona Metestaine. Foto: Fernando Martinez.

Mas como não estamos no Weather Channel, vamos voltar a falar de futebol. Na primeira rodada do grupo, o Guarulhos conquistou um belo resultado empatando com o Olímpia fora de casa, enquanto o Fefecê fez 3x0 no São Vicente jogando nos seus domínios. E dono da segunda melhor campanha geral na primeira fase, o time local pretendia se fazer valer disso para conquistar os três pontos.

Mas o onze guarulhense se esqueceu do principal: entrar em campo. A equipe engatou uma marcha lenta e viu o Fernandópolis mandar no jogo durante os 90 minutos. Com pouco mais de 20 minutos na etapa inicial, o placar já apontava uma justíssima vitória parcial de 2x0 para os visitantes.


Ataque do Guarulhos no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.

O primeiro gol aconteceu aos 13 minutos, com complemento preciso de João Paulo na pequena área, após cruzamento vindo da lateral esquerda. Aos 20, o jogador Itamar fez boa jogada pelo mesmo setor e foi derrubado dentro da área. Na cobrança, o artilheiro João Paulo bateu firme e fez o segundo do Fefecê.


Lance do segundo gol do Fefecê, marcado por João Paulo. Foto: Fernando Martinez.

Vendo a vaca ir para o brejo cedo demais, o Guarulhos tentou se recompor e buscou tentar equilibrar as ações ofensivas. Mas o dia não era mesmo dos donos da casa, e mesmo com maior posse de bola, o gol estava longe de acontecer. Pior, o Fernandópolis levava enorme perigo nos contra-ataques, e por pouco não ampliou ainda mais o marcador. No intervalo e contando com a sorte, o jogo ainda apontava os 2x0 para os visitantes.


Cobrança de falta para o ADG, aonde a zaga interceptou. Foto: Fernando Martinez.

Resolvi então acompanhar o segundo tempo fora do campo de jogo, nas arquibancadas do estádio. Lá encontrei o amigo Régis, sempre muito simpático e ainda confiante num bom resultado do ADG. Por lá também estava o Raul, torcedor do ECUS e mais uma vez fazendo uma maratona para ver um joguinho da Segundona.


Mais uma bola parada para os donos da casa no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Esperávamos uma melhora na equipe local, mas o time não começou bem novamente e não demorou muito para que o Fernandópolis fizesse o terceiro. Aos 8 minutos o time visitante teve falta na intermediária. A bola foi alçada na área, a zaga parou e o jogador Itamar cabeceou livre, totalmente sem marcação, para fazer o seu. O pessoal da casa pediu impedimento, mas nada foi marcado.


Ataque visitante pela esquerda ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Perdido por três, perdido por dez. O Guarulhos então montou o famoso esquema kamikaze e foi pra cima do adversário com quase todos os seus jogadores. O goleiro Stivi, do Fernandópolis, passou a ter trabalho em chutes de longe, todos interceptados com boas defesas. Insistindo bastante, o time local conseguiu fazer o primeiro gol aos 18 minutos... Mas será que conseguiu mesmo?

Numa jogada rápida pela direita, o jogador Baiano entrou na área e chutou para fora, perdendo uma chance incrível. Só que a bola acabou entrando dentro do gol por um furo na rede. E não é que a arbitragem achou que tinha sido gol mesmo? Ninguém no estádio entendeu a marcação, pois foi um daqueles lances que são muito claros e que a dúvida não existe. Mesmo com a reclamação da zaga do Fefecê por alguns minutos, o gol foi confirmado. Nunca tinha visto um lance desse naipe ao vivo.


Atacante do Guarulhos preparando um tirambaço de fora da área no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Logo após a confirmação desse gol, o Guarulhos marcou o que seria segundo gol, mas ele foi anulado por impedimento. A blitz local era enorme, mas faltava colocar o pé na forma. O Fernandópolis ficava na boa, e por muito pouco não ampliou o marcador por três vezes, duas delas com boas defesas do goleiro Leandro Augusto, e outra que tirou tinta do gol.


Outra chegada guarulhense pela esquerda, aqui obrigando o arqueiro do Fernandópolis a realizar boa defesa. Foto: Fernando Martinez.

O tempo foi passando sem que os donos da casa conseguissem marcar ao menos o segundo gol. O Fernandópolis mostrou grande qualidade defensiva e garantiu a importante vitória. Final de jogo: Guarulhos 1-3 Fernandópolis. Junto com o empate entre São Vicente e Olímpia, o resultado deixou o Fefecê na liderança isolada da chave com seis pontos. Em segundo lugar vem o Olímpia com dois, e Guarulhos e São Vicente com um. Na rodada do final de semana, o onze guarulhense visita o São Vicente, enquanto o Fernandópolis recebe o Olímpia.

Após o apito final voltamos para a capital numa carona do seu Natal até o Metrô Penha. Fiz a enorme bobagem de querer voltar de ônibus pra casa saindo do Metrô Bresser. Nossa, que roubada! Busão lotado, uma muvuca sem precedentes e uma garoa que já tinha se tornado chuva. Cheguei em casa cansado e caindo de sono, mas ainda com ânimo de acompanhar o futebol na telinha à noite.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário