Procure no JP

terça-feira, 19 de julho de 2011

Independente vence o São Judas e continua invicto na Segundona

Fala, pessoal!

Depois da vitória nacionalina no sábado, o domingo cedo proporcionou a chance de incluir mais um time novo na nossa Lista. Motorizados com a "guerreira" Belina 83 da família Ortunho, eu e o Emerson seguimos ate a cidade de Jaguariúna, para acompanhar in loco a peleja entre São Judas Tadeu e Independente de Limeira. O palco do confronto foi o belíssimo Estádio Alfredo Chiavegato.

Madrugamos e saímos da capital paulista bastante cedo, tudo para evitar eventuais percalços na viagem. Chegamos na cidade que faz parte da região metropolitana de Campinas com muita antecedência e logo achamos o estádio. Foi a primeira vez que estive no local, e pude confirmar que é um dos campos mais bonitos do nosso interior.

Como esse jogo foi transmitido pela Rede Vida, encontrei os amigos Thiago Fagnani e Chico correndo atrás das informações das equipes. Após um bom papo com eles e também com o trio de arbitragem, fomos fazer as fotos oficiais e exclusivas, tradição do JP:


EC São Judas Tadeu L - Jaguariúna/SP. Foto: Fernando Martinez.


Independente FC - Limeira/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães dos times, árbitro Ageu Lima da Cunha e assistentes David Botelho Barbosa e Leandro Fernandes Rodrigues. Foto: Fernando Martinez.

As duas equipes fazem parte do manco Grupo 3 da Segundona. Mas essa chave está definida há tempos, com o time de Limeira, Palmeirinha, Guaçuano e Brasilis classificados. CAL Bariri e a equipe de Jaguariúna nem incomodaram os adversários e fizeram campanhas ruins. Para esse jogo, esperávamos que o invicto Independente vencesse sem dificuldade.


Ataque do Independente de Limeira pela esquerda no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.


Atacante do Galo tentando se livrar da marcação adversária. Foto: Fernando Martinez.

Com um sol fortíssimo, fomos acompanhar o ataque do time visitante no tempo inicial. Nos primeiros minutos o Galo de Limeira foi avassalador, mas aos poucos esse ímpeto onfensivo diminuiu, e o São Judas mostrou muita raça para segurar o zero no marcador. Os visitantes não conseguiam impor sua técnica e erravam muitos passes.


Zaga do São Judas afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez.


Mais uma saída de bola para o time local. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos 35 minutos o Independente finalmente fez valer sua campanha invicta e marcou o primeiro. Depois de grande jogada pela direita, a bola foi tocada para Alexandre. Ele tocou firme no canto do goleiro do São Judas e deixou o Galo em vantagem. O primeiro tempo seguiu sem maiores emoções e o intervalo logo chegou.


Disputa de bola pelo alto ao final da primeira etapa. Foto: Fernando Martinez.

Graças ao forte calor, resolvemos acompanhar o segundo tempo da parte mais alta do estádio, lugar aonde ficam as câmeras de TV. E enquanto conversávamos sobre a vida, o segundo tempo começou. Mas a partida estava devagar e num clima de amistoso. O São Judas tentou deixar tudo igual, mas as poucas investidas ofensivas não levavam nenhum perigo.


Falta cruzada na área do time local no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Jogadores no alto em mais um ataque visitante. Foto: Fernando Martinez.

Já o Independente conseguia encaixar ataques interessantes, mas todos desperdiçados pelos seus atacantes. O jogo foi seguindo moroso num murcho 0x1 até que Ângelo marcasse mais um para o Independente no último lance da partida.


Uma das poucas oportunidades do São Judas no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: São Judas Tadeu 0-2 Independente. A vitória deixa a equipe de Limeira perto de conquistar o primeiro lugar do Grupo 3 ao final da primeira fase e ainda invicto. Já o time de Jaguariúna continua com seus cinco pontos negativos e na última colocação geral da Segundona. Mesmo sem a punição do TJD, o time teria apenas um ponto ganho em campo. Fica claro que o planejamento para 2012 precisa ser diferente.

Vale registrar que o público pagante dessa partida foi de apenas 10 torcedores. A renda de R$ 50,00 não daria para pagar a nossa despesa de viagem. Esse foi o terceiro menor público oficial numa partida em que estive presente, perdendo apenas para um Osasco FC x Jacareí com 5 pagantes em 2007 e um Fabril x Sport com 8 pagantes em 2009. Os dois jogos tiveram posts aqui no JP.

Após o apito final voltamos para São Paulo tentando ver se daria tempo armar mais um jogo no dia. Mas chegamos tarde, e mesmo com sono acompanhei a vitória paraguaia em cima do Brasil, talvez na pior sequência de pênaltis na história de uma equipe.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário