Procure no JP

terça-feira, 15 de julho de 2008

Noroeste mantém liderança no Brasileirão da Série C

Olá,

Dando uma pausa na cobertura da Segundona paulista, no domingo pela manhã segui pelas rodovias Castello Branco e Marechal Cândido Rondon, com destino à importante cidade de Bauru, para cobrir a partida E.C. Noroeste x Ituiutaba E.C. que foi realizada no bonito Estádio Alfredo de Castilho que valeu pela terceira rodada da primeira fase do Grupo 13 do Campeonato Brasileiro da Série C.

Fiz uma viagem super tranqüila e acabei chegando ao meu destino com muita antecedência em relação ao horário do início da partida e isso me possibilitou fazer um "city tour" pelas dependências do estádio e pelas áreas que o circundam. Notei que houve uma melhora acentuada em comparação com o que vi na minha última passada por lá, há quase quatro anos, pois na ocasião pecava um pouco na manutenção. Depois do passeio, fui para o gramado e me posicionei para tirar as tradicionais fotos dos time e dos árbitros que gentilmente posaram para as lentes do JP e que estão abaixo:


E.C. Noroeste - Bauru/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Ituiutaba E.C. - Ituiutaba/MG. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem formado por Felipe Gomes da Silva (RJ) e seus assistentes Dante Mesquita Júnior (SP) e Evandro Luís Silveira (SP) acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A partida começou num rigoroso equilíbrio, com as equipes marcando o campo todo e com isso, dificultando as ações dos dois ataques, em especial as do Noroeste que não conseguia penetrar na defesa dos mineiros comandada pelo bom zagueiro André (ex-Flamengo de Guarulhos e campeão do Paulistão da Série A3 em 2008) e quando tentava tocar a bola, acabava errando muitos passes. As dificuldades eram tantas que o time de Bauru só conseguiu seu dar primeiro chute ao gol do adversário aos 19 minutos e mesmo assim sem nenhum perigo.

O Ituiutaba demonstrava ser um time certinho e jogava de maneira simples, porém objetiva, tanto que aos 24 minutos quase inaugurou o placar, num lance em que o goleiro noroestino escorregou, mas acabou se recuperando e praticou a defesa.


Lance que quase originou o primeiro gol do Ituiutaba. Foto: Orlando Lacanna.

O jogo transcorria equilibrado até que, aos 39 minutos os visitantes abriram o marcador através de Carlinhos que realizou bela jogada no interior da área e concluiu com um tiro certeiro que entrou no canto direito do goleiro Fernando Vizzotto.


Bola indo para o fundo da meta do Noroeste no gol do Ituiutaba. Foto: Orlando Lacanna.

O Noroeste sentiu o gol e acabou facilitando a vida do Ituiutaba que passou a jogar com mais tranqüilidade e tocando a bola com o objetivo de gastar o tempo. O único lance de maior perigo do ataque do Noroeste aconteceu aos 46 minutos, quando o zagueiro Mateus escorou de cabeça um cruzamento que nasceu na direita numa cobrança de escanteio, levando perigo ao goleiro Leandro Lopes que ficou batido no lance.

Como os mineiros davam mostras que queriam que o relógio andasse mais depressa e o Noroeste não demonstrava poder de fogo, o placar não foi alterado e a vantagem de 1 a 0 para os visitantes foi mantida até o fim da primeira etapa.


Uma das raras intervenções do goleiro mineiro. Foto: Orlando Lacanna.

O segundo tempo começou com os donos da casa demonstrando o firme propósito de virar o placar, criando uma ótima oportunidade logo aos 8 minutos, em lance que o atacante local não conseguiu concluir e acabou indo para o chão, gerando protestos do público e dos repórteres que estavam a trás da meta que queriam a marcação de pênalti que o árbitro entendeu não ter havido.

Mesmo com toda pressão do time da casa, o Ituiutaba incomodava o sistema defensivo do Noroeste, tanto que aos 14 minutos o goleiro Fernando Vizzotto salvou aquele que seria o segundo gol ituiutabano ao praticar difícil defesa. Aos 16 minutos, o meia mineiro Zé Maria foi expulso de campo aumentando a esperança do Noroeste em conseguir o empate, mas o que aconteceu logo em seguida, aos 18 minutos, foi outra grande defesa do goleiro bauruense, desviando uma bola traiçoeira que caiu de repente às suas costas, num chute por cobertura.

Com um atleta a mais e em desvantagem no marcador, o Noroeste foi com tudo para o ataque, mas insistia nos cruzamentos para a área que eram neutralizados ora pela zaga, ora pelo goleiro.


Um dos vários cruzamentos do ataque do Noroeste que não deu em nada. Foto: Orlando Lacanna.


Tentativa de ataque do Norusca pela direita. Foto: Orlando Lacanna.

A maioria dos 1.127 pagantes já estava conformada com a derrota em casa e se preparava para deixar o estádio, quando aos 47 minutos o árbitro marcou pênalti a favor do Noroeste que foi batido e convertido por Bruno Soares, decretando a igualdade no marcador.


Bola no canto esquerdo da meta mineira no gol de empate do Noroeste. Foto: Orlando Lacanna.

Logo após a cobrança da penalidade máxima, o árbitro encerrou a partida com o placar indicando Noroeste 1 - 1 Ituiutaba que manteve o time de Bauru na liderança do grupo com cindo pontos e melhor saldo de gol, porém tudo continua indefinido, pois três equipes (Noroeste, Ituiutaba e Tupi) lutam com maiores chances de conseguirem as duas vagas para a segunda fase, embora o último colocado do grupo (Mirassol) ainda possa sonhar com uma vaga, até porque haverá todo um segundo turno com mais três jogos para cada equipe.

Após o término da partida, permaneci mais algumas horas em Bauru, até chegar o horário do meu embarque para Ourinhos, local aonde iria pernoitar e passar parte da segunda-feira ao lado de familiares para depois seguir finalmente para São Paulo.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário