Procure no JP

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Mauaense avança rumo à próxima fase da Segundona

Olá,

Começando mais uma cobertura monstro do JOGOS PERDIDOS ao Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a mim coube iniciar essa mega cobertura "in loco", indo no sábado pela manhã até a vizinha cidade de Mauá, mais precisamente ao Estádio Pedro Benedetti para conferir de perto a importante partida válida pela décima segunda rodada da primeira fase do Grupo 4, envolvendo as equipes do G.E. Mauaense contra o Jacareí A.C.

Essa partida era de suma importância para as duas equipes na luta pela classificação, num grupo equilibrado no qual apenas uma equipe (União Suzano) não tem chance de avançar na competição. O Grêmio Mauaense vinha de três derrotas consecutivas e a vitória era imprescindível para recuperar a confiança e seguir em frente. Por outro lado, o Jacareí também não podia pensar em outro resultado que não fosse a vitória e, por conta desses ingredientes, a partida prometia.

Antes de começar a contar a história do jogo, vamos com as fotos dos times e dos árbitros que estão abaixo:


G.E. Mauaense - Mauá/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Jacareí A.C. - Jacareí/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Cléber Oliveira de Carvalho, seus assistentes Anderval de Jesus Monteiro e Cássio Maia Almeida, além do quarto árbitro Benjamin Schmal acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Conforme se esperava, as equipes saíram para o jogo com o Jacareí demonstrando maior objetividade, tanto é verdade que logo aos 4 minutos abriu o placar num gol anotado por Jardel que recebeu ótimo passe de cabeça de Daniel Júnior que aproveitou cruzamento da meia esquerda em cobrança de falta.


Passe de cabeça que originou o gol inicial do JAC. Foto: Orlando Lacanna.

O Grêmio Mauaense assimilou o golpe e foi para cima criando ótimas oportunidades que não foram aproveitadas, ora por afobação na conclusão, ora pelas boas defesas do goleiro Renato do "Jacaré do Vale".


Lance de perigo para a defesa do JAC. Foto: Orlando Lacanna.

De tanto martelar, o Mauaense chegou ao empate, aos 22 minutos, numa cobrança de pênalti executada pelo meio campista Mateus.


Gol de empate do Mauaense em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Depois da igualdade no marcador, a partida continuou arduamente disputada, com o Mauaense tendo mais presença no campo de ataque, mas continuando falho nas finalizações e, como o Jacareí se resguardou um pouco mais, o empate de 1 a 1 continuou até o fim da primeira etapa.

Durante o intervalo deixei o gramado devido ao frio (Ah! Que saudade do pulôver do David), me instalando na tribuna e lá tive a oportunidade de conhecer e conversar com algumas pessoas ligadas à empresa que investe no Mauaense e que ao mesmo tempo gerencia o futebol profissional do time.

Partida recomeçada e, logo aos 6 minutos os donos da casa pularam à frente no placar, marcando seu segundo gol em cobrança de outro pênalti, só que agora cobrado por Léo Silva.


Bola num canto e goleiro no outro no segundo gol do Mauaense. Foto: Orlando Lacanna.

Após a marcação do seu segundo gol, o Mauaense passou a dominar a partida, mas acabou cedendo o empate aos 16 minutos, numa cochilada da sua zaga que não conseguiu afastar um cruzamento e, com isso Mateus do Jacareí aproveitou a bobeada e fuzilou o goleiro Leandro.


Comemoração do Jacareí pela marcação do seu segundo gol. Foto: Orlando Lacanna.

Logo após o empate, o Jacareí teve o seu atleta Bruno expulso de campo e isso influenciou no andamento do restante da partida, pois com um homem a mais, o Mauaense que já dominava o jogo, passou a exercer um domínio ainda maior, muito embora o time visitante demonstrasse uma garra incrível, dificultando as ações dos anfitriões.

Como diz o velho ditado: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", o Mauaense chegou ao seu terceiro gol aos 37 minutos numa ótima jogada individual de Léo Silva pela esquerda que acabou tendo a colaboração do goleiro Renato do Jacareí que não foi feliz no lance, talvez prejudicado pela contusão que sentia na perna esquerda e não poderia ser substituído, uma vez que a sua equipe já havia feito as três substituições.


Bola no fundo do balaio do Jacareí no terceiro gol do Grêmio Mauaense. Foto: Orlando Lacanna.

O terceiro gol do time de Mauá foi uma ducha de água fria no ânimo do Jacareí que acabou permitindo a marcação do quarto gol do Mauaense aos 39 minutos, por intermédio de Ronaldo Recife em ótima jogada de Mateus pela direita.

Final de partida com o placar anotando Mauaense 4 - 2 Jacareí que além de recolocar a "Locomotiva" nos trilhos da vitória, a deixa muito perto de conseguir uma das vagas à próxima fase com 19 pontos na tabela de classificação. Com relação ao Jacareí que lutou bravamente, a derrota o deixou numa situação crítica, pois até agora conseguiu somar apenas 12 pontos.

Assim que o árbitro apitou pela última vez, retornei para São Paulo e passei o resto do dia descansando e me concentrando para a viagem do domingo a uma linda cidade do nosso interior que ainda não apareceu aqui no JP em 2.008 para cobrir mais um jogão da Segundona.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário