Procure no JP

quarta-feira, 23 de julho de 2008

JP na Taça BH de Futebol Júnior em Lavras

Olá pessoal,

Na última terça-feira consegui uma rara folga no trabalho e resolvi ir até Lavras, mais precisamente no Estádio da UFLA (Universidade Federal de Lavras) para acompanhar a partida entre Fabril e Amparense, válida pela 4ª rodada da 1ª fase da Taça BH de futebol Júnior. Antes do jogo obtive a informação que para este torneio o Fabril fez uma parceria com Clube Andraus do Brasil, com sede em Curitiba, sendo que cada um dos parceiros tem metade do elenco que disputa a Taça pelo quadro de Lavras.

Já o Amparense é uma equipe de empresários e não pretende ingressar no profissionalismo, apenas disputar as categorias de base da Federação Mineira de Futebol, cabendo ainda ressaltar que essa equipe existe há dois anos e o mesmo grupo de empresários chegou a tocar o Real de Caeté, equipe que eu vi jogar em 2006 contra o Atlético/MG na Cidade do Galo.


Fabril EC (Sub 19) - Lavras/MG. Foto: Victor Minhoto.


Amparense FC (Sub 19) - Santo Antônio do Amparo/MG. Foto: Victor Minhoto.


Árbitro Antônio Márcio Teixeira, assistentes Evandro José da Silva e Estéfano Luis Reis Caetano acompanhados dos capitães. Foto: Victor Minhoto.


Escudo do Amparense FC, inédito aqui no JP. Foto: Victor Minhoto.

Nos minutos iniciais percebi que o Amparense sentiu o fato de estar disputando este torneio com sua equipe juvenil, tanto que logo aos 2 minutos, em um cruzamento de bola parada o camisa 10 Tiba, do Fabril, se antecipou ao goleiro e acertou uma bela cabeçada abrindo o placar para a equipe local. Entretanto, após o gol, parece que a equipe alvinegra se acomodou e os visitantes passaram a comandar as ações em busca do empate.


Cruzamento que deu origem ao primeiro gol do jogo, marcado pelo meia Tiba. Ao fundo o original letreiro com o nome do estádio. Foto: Victor Minhoto.

O Amparense teve duas grandes chances de empatar a partida aos 8 e aos 16 minutos com o camisa 10 Fal e com o número 21 Luis André, mas no primeiro o chute passou rente a trave e no segundo a zaga local afastou a bola. Até os 30 minutos a equipe grená comandou as ações mas não conseguiu igualar o marcador. A partir desse momento, após mudar sua equipe, o treinador do Fabril conseguiu que seus comandados equilibrassem o jogo, tanto que os dois lados perderam boas chances de gol, porém, a primeira etapa terminou coma contagem mínima.


Disputa de bola acirrada durante a 1ª etapa. Ao fundo os arcos que integram a bela arquitetura do estádio da UFLA. Foto: Victor Minhoto.

O Amparense voltou disposto a empatar a partida, principalmente pelas substituições realizadas pela equipe no intervalo. Após alguma insistência, aos 22 minutos, em um cruzamento de bola parada, o camisa 22 Vitor acertou uma cabeçada que parecia despretenciosa, mas que acabou no fundo da meta do Fabril, dessa forma igualando o marcador.


Cabeçada despretenciosa que resultou no gol do Amparense. Foto: Victor Minhoto.

Porém o alívio durou pouco, apenas quatro minuntos depois o Fabril fez o segundo gol através do camisa 8 Lucas. A jogada foi muito confusa, mas resumindo, foram quatro chutes de dentro da área até a bola entrar, o primeiro bateu na trave, o segundo a zaga salvou em cima da linha, o terceiro foi defendido pelo goleiro, e finalmente no quarto a bola morreu no fundo das redes.


Goleiro do Amparense defende o terceiro chute dado pelo Fabril no mesmo lançe, mas no quarto a bola entraria na meta. Foto: Victor Minhoto.

Após levar o segundo gol a equipe visitante se lançou ao ataque em busca do empate, o que deixou o jogo emocionante, afinal o Fabril também levava perigo nos contra-ataques. O jogo seguiu com muita disposição e empenho dos atletas dos dois lados, tanto que qualquer equipe poderia ter marcado mais gols, porém a partida terminou mesmo em Fabril 2x1 Amparense. Assim que o árbitro encerrou a partida os jogadores do Fabril comemoraram muito a suada vitória e muitos atletas, dos dois lados, caíram no chão em razão do grande esforço até o minuto final.


Zaga do Amparense afasta a bola em mais um ataque perigoso do Fabril. Foto: Victor Minhoto.

Agora, no grupo A da Taça BH, o Santos tem 10 pontos, o Fabril 7, o Grêmio 6, o Bela Vista 4, o Atlético/PR o Amparense 2, sendo que o Santos já está classificado e a decisão da segunda vaga fica para a última rodada. Antes de terminar devo frisar que as duas equipes merecem elogios pela partida que apresentaram, e mesmo com a derrota no placar o Amparense pode se sentir vitorioso, pois disputa o torneio com sua equipe juvenil, que no campeonato mineiro conseguiu classificação para segunda fase que começará em agosto.

Até a próxima,

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário