Procure no JP

terça-feira, 8 de julho de 2008

Fim-de-semana futebolístico em Indaiatuba (parte 2 de 2)

Olá!

No domingo pela manhã segui novamente para Indaiatuba, mas dessa vez com minha família, já que eu iria visitar alguns parentes. E para não perder o costume, aproveitei para acompanhar mais uma partida do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

O curioso é que no mesmo fim-de-semana teve dois jogos em Indaiatuba e o JP cobriu os dois. Após curtir uma comilança caseira e de primeira linha na chácara da família Caretta, segui para o Estádio Ítalo Mario Limongi, para acompanhar Primavera x Roma. Por lá encontrei perdido o grande David e o amigo Rodrigo Colucci, que está trabalhando no Roma. E para cameçar seguem as fotos oficiais das equipes.


E.C. Primavera - Indaiatuba / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Roma E.C.I.L. - Barueri / SP. Foto: Emerson Ortunho.


Trio de arbitragem, formado pelo árbitro Eduardo Constantino de Oliveira e os assistentes Edson Rodrigues dos Santos e Robson da Costa, junto com os capitães das equipes. Foto: Emerson Ortunho.

O jogo começou muito bom e pude constatar o que o Orlando já tinha relatado aqui no JP. O Primavera joga um bom futebol, que não condiz com sua situação no campeonato. E mesmo numa situação desconfortável na tabela a equipe foi para cima do visitante.


Equipe do Primavera buscando o gol logo no começo da partida. Foto: Emerson Ortunho.


A equipe do Primavera busca o jogo o tempo todo. Foto: Emerson Ortunho.

Mesmo com todo o ímpeto inicial e uma boa postura táctica, a equipe do Primavera começou a esbarrar na boa defesa do Roma, comandada pelo zagueiro Zaqueu. Foram várias chances criadas e quase todas aliviadas com propriedade pela defesa. O Roma até se arriscou a fazer alguns contra-ataques, mas que também não resultaram em gol. Assim, com um parcial domínio do Primavera, o jogo seguiu para o intervalo sem abertura de contagem.


Um dos poucos ataques do Roma no primeiro tempo. Foto: Emerson Ortunho.

No segundo tempo, o jogo se iniciou no mesmo ritmo do primeiro, mas aos poucos o Primavera foi perdendo o embalo, como que se puxasse o frei-de-mão. A falta de fôlego da equipe da casa fez o Roma crescer no jogo e a equipe visitante passou a buscar o resultado.


Roma partindo para o ataque no segundo tempo. Foto: Emerson Ortunho.

E as investidas do Roma acabaram resultando em gol. Aos 23 minutos, João Marcos mandou para o fundo das redes colocando sua equipe em vantagem. Depois do gol, o Primavera mesmo com uma situação física inferior, tentou buscar o jogo, mas a falta de gás facilitava muito a vida da defesa do Roma.


Com a nova marcação em fila indiana o Primavera tenta alcançar o atacante do Roma. Foto: Emerson Ortunho.

O lance mais emocionante da partida aconteceu aos 47 minutos do segundo tempo, quando o goleiro Rodrigo foi até o ataque adversário para tentar marcar numa cobrança de falta que foi alçada para a área. O goleiro Rodrigo cabeceou firme e o goleiro Bruno praticou uma defesa espetacular garantindo a vitória para o seu time. Depois desse lance, não houve tempo para mais nada e a vitória do Roma foi decretada.


Goleiro Rodrigo no ataque adversário tentando empatar a partida. Foto: Emerson Ortunho.

Final de jogo: Primavera 0 x 1 Roma. A equipe do Primavera não tem mais chance de classificação, mas pelo menos até esta partida conseguiu fazer seus jogadores honrarem a camisa e talvez um empate seria o resultado mais justo para os locais. O Roma mostrou que tem uma boa equipe, principalmente no setor defensivo, e deve dar muito trabalho na próxima fase.

Depois, eu e o David fomos visitar o Estádio Rêmulo Zoppi, para matar saudades do fantástico G.E. Osan. Ainda com o dia claro deixei o David na rodoviária e regressei para a comilança proporcionada pela simpática família Caretta. Abraços especiais para eles!

Abraços a todos!

Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário