Procure no JP

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Pão de Açúcar goleia Jabuca em casa

Olá,

Seguindo com a cobertura do Campeonato Paulista da Segunda Divisão do jeito que só o JOGOS PERDIDOS faz, no sábado à tarde encarei o trânsito caótico de São Paulo para chegar até a Rodovia Régis Bittencourt e seguir em direção à cidade de Embu, mais conhecida como Embu das Artes, para acompanhar, no Estádio Hermínio Espósito, o jogo válido pela décima rodada da primeira fase do Grupo 5 da competição, reunindo o Pão de Açúcar E.C. e o tradicional Jabaquara A.C. da cidade de Santos.

Essa partida envolvia uma equipe que vem se mantendo nas primeiras colocações ao longo do campeonato, no caso o Pão de Açúcar, contra uma que vem tentando se firmar, mas a falta de experiência do seu elenco, não tem permitido a realização de uma campanha satisfatória, no caso o Jabaquara. Mesmo com campanhas bem distintas, havia a expectativa de uma partida parelha por parte do pequeno público que compareceu, sendo que observei os poucos torcedores comentando entre si que o time da casa não poderia facilitar em razão da tradição do "Leão da Caneleira" que poderia dar muito trabalho.

Diante dessa expectativa, só restava aguardar a bola começar a rolar, mas antes apresento os protagonistas do espetáculo nas fotos abaixo:


Pão de Açúcar E.C. - São Paulo/SP (mandando os jogos em Embu/SP). Foto: Orlando Lacanna.


Jabaquara A.C. - Santos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem formado por Anselmo da Costa e seus assistentes Marinaldo Silvério e Rafael Ferreira da Silva, acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Logo no primeiro minuto o Jabaquara quase ganhou um gol de presente, num recuo de bola da zaga para o goleiro Washington que não esperava e quase a vaca foi para o brejo. Nos primeiros quinze minutos, o temor dos torcedores locais se confirmou, uma vez que o time santista estava melhor na partida, atacando mais e não dando chance para o Pão de Açúcar atacar que só preocupava a defesa santista em jogadas de bola parada.


Jogada de ataque do Jabaquara com marcação do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

Aos poucos o time da casa foi se assentando no gramado, passando a criar algumas chances em bolas cruzadas na área jabaquarense.


Agora jogada de ataque do Pão de Açúcar pela direita. Foto: Orlando Lacanna.

Por volta dos 20 minutos o árbitro paralisou a partida, pois um cidadão que não consegui identificar e que estava acomodado no reservado às Diretorias e convidados, começou a reclamar da arbitragem em voz alta e o árbitro determinou que ele deixasse aquele local, indicando para que fosse para a arquibancada e ele foi, tendo inclusive parado de reclamar. Confesso que nunca tinha visto uma cena como essa.

Voltando ao jogo, numa triangulação rápida pela direita, o Pão de Açúcar abriu o marcador através do ótimo jogador Piovesan que chutou rasante, não dando chance de defesa ao goleiro Dida.

A partir do gol inicial, os anfitriões ganharam corpo, mas mesmo assim o Jabaquara incomodava, endurecendo a partida e, apesar dos esforços das equipes, o placar de 1 a 0 a favor do time azul permaneceu até o fim do primeiro tempo.


Outra tentativa de ataque do Pão de Açúcar, agora pela esquerda. Foto: Orlando Lacanna.

Na etapa final, logo aos 3 minutos, o time de Santos chegou ao empate na cobrança de uma falta executada pelo zagueiro Jeferson, num lance em que o goleiro do Pão de Açúcar foi infeliz e acabou tomando o gol.


Cobrança de falta que originou o gol de empate santista. Foto: Orlando Lacanna.

Repetindo o que ocorreu na primeira etapa, os visitantes foram melhores nos primeiros quinze minutos e se tivessem uma equipe mais madura, talvez pudessem engrossar. Aos 16 minutos a história do jogo começou a se definir, pois o avante da casa, Sérgio Lobo, conseguiu um pênalti que foi cobrado e convertido por ele mesmo, colocando o Pão de Açúcar em vantagem.


Cobrança de pênalti que redondou no segundo gol do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

Além de sofrer o gol, o Jabaquara perdeu o atleta Diegão expulso de campo. Os visitantes sentiram o impacto do gol e da expulsão, caindo muito de produção e permitindo ao time da casa chegar ao seu terceiro gol, aos 22 minutos, marcado por intermédio de Baiano, numa jogada em que a defesa rubro-amarela ficou assistindo.


Bola no fundo da meta jabaquarense no terceiro gol dos donos da casa. Foto: Orlando Lacanna.

Após a vantagem de dois gols, o Pão de Açúcar cadenciou o jogo, mas mesmo assim ainda marcou mais dois gols, aos 43 e 47 minutos, anotados por Víctor e Eli respectivamente. Nos últimos minutos ocorreram mais duas expulsões, sendo a segunda do Jabaquara (Léo) e a primeira do Pão de Açúcar (Ederson).

Partida encerrada com o marcador apontando Pão de Açúcar 5 - 1 Jabaquara que mostrou que os donos da casa seguem firmes rumo à classificação para a segunda fase, ao passo que o Jabaquara demonstrou um bom futebol em alguns momentos na partida, porém faltou experiência em algumas jogadas e, principalmente na primeira expulsão.

Jogo encerrado e imediato retorno para São Paulo com o objetivo de curtir um bom descanso, porque no domingo a cobertura iria continuar, sendo que dessa vez, numa jornada dupla. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário