Procure no JP

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Empate sem gols em Capivari pela Segundona

Opa,

Depois de uma semana de ausência, voltei à ativa nesse sábado e domingo com jogos aqui no JP. Não comecei no sábado cedo, já que indo dormir tardão na sexta nem rola de acordar de manhãzinha, mas uma rodada dupla me esperava nas sessões vespertina e noturnas. Junto com o zumbi JR e o amigo Fernando no volante, segui até a cidade de Capivari para mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. A partida foi entre Capivariano x Red Bull no Estádio Carlos Colnaghi.

O pior de tudo é que nosso amigo Jurandyr nunca tinha ido até a cidade de Capivari até hoje. Para quem foi até o outro lado do mundo isso era uma falha enorme. Mas conversas à parte, chegamos por lá e fomos muito bem recebidos pelo pessoal das equipes. E nada mais justo do que trazer as fotos oficiais por aqui:


Capivariano FC - Capivari/SP. Foto: Fernando Martinez.


Red Bull FEL - São Paulo/SP (mas mandando seus jogos em Campinas). Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem e capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

O jogo era crucial para que o time de Capivari pudesse ficar mais próximo da zona de classificação. Depois desse jogo, somente três partidas para cada time no Grupo 6 e a certeza de rodadas ainda mais difíceis. Então o fator casa era importantíssimo. Já o Red Bull, terceiro da chave, joga com o regulamento na mão para garantir sua vaga.

Devidamente autorizados, encontramos uma fantástica sombra embaixo do placar para ver o jogo in loco. E vimos um jogo movimentado na primeira etapa, mas sem muitas emoções. Os dois times fizeram um jogo equilibrado, aonde a marcação foi o ponto forte.


Ataque perigoso do Capivariano em cabeçada que assustou a defesa do Red Bull. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola na linha de fundo. Foto: Fernando Martinez.

Tirando uma ou duas chances mais claras para os times, não tivemos muitas emoções no Carlos Colnaghi. O Capivariano pecava sempre no toque final, enquanto o Red Bull buscava mesmo segurar o ímpeto dos donos da casa. E com as parcas emoções, os primeiros 45 minutos foram bons para que nós pudéssemos colocar o papo em dia, numa agradável tarde de sábado.


Malabarismo dentro da área depois de cruzamento pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

Como todos esperavam, a partida seguiu para seu intervalo como começou. Aproveitamos então para degustar as inúmeras opções de salgadinhos existentes por lá. Sorvete, refrigerante, salgadinho de bacon e biscoitos doces. É a maravilha dos dentistas... Bastante gente também veio parabenizar o trabalho do JP pelos torneios de acesso. Muito bom ter esse reconhecimento e deixo aqui um abraço a todo mundo por lá!

Bom, e no segundo tempo resolvemos ficar nas cabines de imprensa, mesmo sem cadeiras para nos sentarmos. O Capivariano voltou melhor e deu trabalho para a defesa do Red Bull. Mas o último toque era falho, e o time perdeu boas chances para abrir o placar. Em poucos lances o Red Bull levou perigo, e a torcida sempre homenageava devidamente o capitão do time energético, Gilmar Fubá, quando o mesmo pegava na bola. Já dá para imaginar a linguagem famíliar utilizada...


Ataque pela direita do time da casa no começo do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Falta para o Red Bull que deu susto na torcida. Foto: Fernando Martinez.

Conforme o tempo ia passando, o Capivariano levava mais perigo e continuava sem marcar, algumas vezes por azar puro. O time teve sequências de escanteios e faltas na entrada da área a seu favor, mas não aproveitou nenhum desses lances. E nos acréscimos ainda teve uma bola na trave que deixou muitos torcedores com o grito preso na garganta.


Um dos lances de perigo para o CFC no final do jogo. Aqui o goleiro fez ótima defesa. Foto: Fernando Martinez.


Zaga do Capivariano afasta a bola de dentro da área. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final não teve jeito: Capivariano 0-0 Red Bull. Empate amargo para os anfitriões, que agora estão três pontos atrás da Saltense, que está em quarto lugar. O Red Bull está com 19 pontos, ainda em terceiro, e temos certeza que as últimas rodadas serão emocionantes.

Saindo do estádio ainda tivemos tempo para visitar um templo sagrado do futebol de Capivari que em breve será tema da série "Estádios pelo Brasil". Depois disso rumamos pelas estradas paulistas, para o jogo noturno em estádio que nunca tinha visitado!

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário