Procure no JP

terça-feira, 27 de maio de 2008

Saltense vence clássico regional fora de casa

Fala povo!

Fechando a rodada do final de semana e a minha rodada dupla do domingo, segui junto com o amigo Fernando da cidade de Paulínia até uma cidade que fica perto de lá. Não antes sem ir num ótimo rodízio da região e além de apreciar o belo ambiente, matar a fome do dia com muita carne na mesa. Satisfeitos e encarando até estrada de terra para fugir de pedágio, fomos até a bela cidade de Indaiatuba para um jogo novamente do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O Estádio Ítalo Mário Limongi foi o palco do jogo entre Primavera e Saltense, um clássico regional das antigas. Chegando lá notei o descuido com a fachada original do estádio, que foi inaugurado em 1961. Bem que o pessoal poderia entrar por ali, não?


Genial fachada original do Ítalo Mário Limongi. Foto: Fernando Martinez.

Fora que tive o enorme prazer de incluir na Lista o genial time da AA Saltense. Quando criança sempre gostei do clube e ver o time parar em 1993 foi uma tristeza. E nunca achei que teria mais a oportunidade de matar esse time. E lá estava eu, 15 anos depois da parada da equipe, tendo a chance de vê-la em campo nesse clássico. E pela primeira vez também vi o Primavera jogando em seu campo, o que era sonho de consumo fazia tempo. E pra variar, seguem as fotos posadas e exclusivas:


EC Primavera - Indaiatuba/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Saltense - Salto/SP. Foto: Fernando Martinez.


Capitães das equipes e trio de arbitragem composto pelo árbitro Cleverson Inácio e os assistentes Danilo Ricardo Manis e Luiz Antônio Corrêa. Foto: Fernando Martinez.

Esse jogo era extremamente esperado já que tantos outros aconteceram no profissionalismo no passar dos anos. Em que mereça ser comentado que a partida não acontecia oficialmente desde 1993, o time da cidade de Salto tem menos vitórias no confronto pela história e não ganhava do seu rival de Indaiatuba desde o longínquo 1980. Uma vitória então era mais do que motivo para se comemorar. E a chance era grande, já que o time está bem armado, enquanto infelizmente o Primavera ainda não se achou na competição.


Ataque da Saltense logo no começo de partida. Foto: Fernando Martinez.

Desde o começo do jogo vimos que a Saltense realmente tinha mais equipe, com o onze de Salto dominando as ações do jogo e não dando muitos espaços para os donos da casa. Mas os poucos espaços que deram foram muito perigosos e levaram a torcida da casa ao delírio. Torcida que por sinal fez sua parte e levou um público razoável em plena tarde de domingo em meio a um feriadão. Esperamos que isso continue assim até o final da competição.


Zaga do Primavera tentando cortar ataque da Saltense. Foto: Fernando Martinez.

A partida era muito bem disputada com a Saltense com mais qualidade técnica e o Primavera com mais raça. Boas chances eram desperdiçadas e a primeira etapa parecia que seria sem vencedor. Mas aos 46 minutos a Saltense abriu o marcador depois que o camisa 8 Laílson subiu sozinho depois de cobrança de escanteio e marcou o primeiro. Intervalo de jogo e gol certeiro da Saltense, que ficava agora com boa vantagem.

No intervalo fomos caçar algum bar perto do estádil já que lá dentro não tinha nenhum vendedor. Achamos um simpático bar com pizza perto de lá e muitas latinhas de refrigerante foram consumidas, já que o sol não dava trégua nessa tarde de outono.


Escanteio para o Primavera no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo veio e o mesmo Laílson fez a festa de novo logo aos 38 segundos de partida. Ele recebeu a bola e a chutou de forma incrível de fora da área, colocando ela no cantinho direito do goleiro do ECP e deixando felizes toda a boa torcida do time presente por lá. O gol atrapalhou qualquer plano que o Primavera pudesse ter feito no intervalo.


Segundo tempo com o Primavera tentando a marcação do seu gol. Foto: Fernando Martinez.

Durante o resto do jogo o Primavera continuou tentando a marcação de um único gol, mas o dia não era dele. Já a Saltense perdia muitas chances em contra-ataques, perdendo a chance de fazer um placar histórico contra os rivais fora de casa. A torcida do time nem teve forças para reclamar direito, tamanho era o desânimo por lá.


Cabeçada perigosa contra o gol dos visitantes. Foto: Fernando Martinez.


Goleiro da Saltense arrumando a barreira em falta perigosa para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez.

Nesse esquema até o final não tivemos mais alterações no placar. Final de jogo: Primavera 0-2 Saltense. Depois de 28 anos o time de Salto ganha de seu rival e agora entra no G-4 buscando a vaga para a Segunda Fase da segundona. Já o Primavera faz uma campanha ruim e a eventual vaga está cada vez mais distante. Torcemos para que o time possa se recuperar e fazer juz ao grande nome da equipe no cenário paulista.

Voltamos então para São Paulo com a Estrada dos Bandeirantes incrivelmente sem trânsito e ainda curtindo música brega dos anos 70 numa rádio perdida por lá. Benito de Paula, Golden Boys, Fábio, entre outros... uma trilha sonora nota 100! E nessa semana teremos mais jogos... fiquem ligados!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário