Procure no JP

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Lemense arranca empate em cima da hora

Olá,

Num final de semana futebolístico dedicado a um giro pelo nosso interiorzão, na sábado à tarde me dirigi até a cidade de Leme, mais precisamente ao Estádio Bruno Lazarini, também chamado de Brunão, para fazer a cobertura ao vivo da partida C.A. Lemense x S.C.Campo Limpo Paulista válida pela sexta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Chegando ao meu destino, fiquei surpreso com o pequeno público presente, pois em Leme a torcida tem o hábito de apoiar o time. Procurei saber os motivos e fui informado que seriam pela proibição da entrada de torcedores com bicicletas, além de o jogo estar sendo realizado num sábado em horário que o comércio local está funcionando. Seja como for, foi o menor público que presenciei comparado com os outros nas diversas vezes que lá estive.

Um outro assunto que quero abordar antes de falar da partida, é com relação a situação atual do Campo Limpo Paulista que no ano passado mandou seus jogos na cidade de Salto, usando o nome fantasia de "Salto F.C." adotando as cores azul e branca e agora em 2.008 está mandando seus jogos na cidade de Espírito Santo do Pinhal, utilizando o nome "Sport Club Paulista", passando a usar as cores vermelha, preta e branca.

Tentei saber junto a alguns membros da comissão técnica como ficaria a situação do clube no próximo ano em função da Resolução da Presidência da FPF que obrigará os times mandarem seus jogos na própria sede, visando acabar com times itinerantes. Como eu previa, ninguém soube responder e ainda fiquei com a sensação que nem sabiam do que eu estava falando. A única informação que obtive é de que a Diretoria está tentando oficializar a mudança do nome. Diante de tudo isso só resta esperar 2.009.

Bem, sem mais demora, vamos com as fotos das equipes e do trio de arbitragem que estão abaixo:


C.A. Lemense - Leme/SP. Foto: Orlando Lacanna.



S.C. Campo Limpo Paulista - Campo Limpo Paulista/SP (mandando seus jogos em Espírito Santo do Pinhal). Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem composto por Kleber José de Melo e seus assistentes Marco Antônio M. Bagatella e Maurício Machado Ferronato acompanhado dos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Com a bola rolando, o Lemense logo tomou a iniciativa de sair para o campo de ataque, criando algumas boas chances para abrir o marcador, mas aí apareceram as boas defesas do goleiro visitante Jackson combinadas com a afobação dos atacantes locais na hora das conclusões.


Ataque do Lemense pelo lado esquerdo. Foto: Orlando Lacanna.

Para surpresa geral, o Campo Limpo Paulista abriu o placar aos 18 minutos através de Danilo que arriscou um chute sem muita pretensão que acabou traindo o goleiro local Ivan.


Bola no fundo da meta do Lemense no gol do Campo Limpo Paulista. Foto: Orlando Lacanna.

Após sofrer o gol, o Lemense não desanimou e continuou no abafa, mas o nervosismo começou a tomar conta da equipe azul que não conseguia concluir as jogadas com objetividade e ainda quase sofreu o segundo gol aos 35 minutos, após uma saída em falso do goleiro Ivan.


Jogada de perigo para a defesa do Campo Limpo Paulista. Foto: Orlando Lacanna.

Apesar de todo esforço despendido, a equipe da casa não conseguiu marcar e, por conta disso, o placar de 1 a 0 a favor dos visitantes foi mantido até o término do primeiro tempo. Depois de um intervalo pouco interessante que fiquei tomando água e sentado num dos bancos de reservas, comecei a assistir uma segunda etapa dominada pelo Lemense que logo aos 6 minutos criou uma boa oportunidade através de Wendel, mas que não foi convertida em gol, por conta de mais uma ótima defesa do goleiro visitante.


Outra jogada de ataque do Lemense agora pela direita. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 13 minutos foi a vez do Campo Limpo Paulista criar perigo e aí foi a vez do goleiro do Lemense praticar importante defesa. Dos quinze minutos em diante, o Lemense tomou conta do jogo impondo total domínio territorial, mas continuava errando nos momentos decisivos. Aos 25 minutos, o Campo Limpo Paulista teve o seu atleta Salatiel expulso de campo por ter recebido o segundo cartão amarelo, sendo que essa expulsão poderia facilitar as coisas para o Lemense chegar ao empate, porém isso acabou não acontecendo, apesar das reclamações de que aos 31 minutos a bola teria ultrapassado a linha fatal numa jogada confusa que terminou com a defesa do goleiro Jackson.


Ótima defesa do goleiro Jackson. Notem que o goleiro está dentro do gol, mas suas mãos e a bola estão fora. Foto: Orlando Lacanna.

A pequena torcida presente já demonstrava inquietação pelo excesso de gols perdidos, quando aos 38 minutos, o Campo Limpo Paulista teve o atleta Fábio Luiz expulso de campo por entrada violenta, tendo recebido o cartão vermelho direto. Daí em diante o jogo se tornou dramático, num verdadeiro "aluga-se meio campo", sendo que aos 43 minutos o atacante Mineiro do Lemense conseguiu perder o gol mais feito do jogo, cabeceando para fora uma bola recebida livre de marcação à frente da marca do pênalti.

Quando parecia que o Lemense já estava conformado com a derrota, o gol de empate acabou acontecendo aos 48 minutos, através de Fabinho Mauá numa excelente cobrança de falta, com a bola tocando no poste esquerdo antes de entrar. Foi um gol chorado.


Bola indo contra o poste para depois morrer no fundo da meta do Campo Limpo Paulista. Foto: Orlando Lacanna.

Final de jogo com o placar apontando Lemense 1 - 1 Campo Limpo Paulista que deixou tudo como estava antes da partida em termos de classificação no Grupo 3, com os donos da casa fora do G4, enquanto os visitantes permaneceram na zona de classificação. Com relação ao jogo, gostei do que vi, pois as duas equipes mostraram uma pegada muito forte, além de um bom futebol.

Apito final do árbitro e início imediato de uma outra viagem em direção a mais uma cidade do nosso interiorzão para lá dormir, pois na manhã do domingo já estaria cobrindo mais uma partida válida pela Segundona envolvendo uma equipe que nunca apareceu no JP, mas isso fica para outro post. Aguardem.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário