Procure no JP

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Grêmio Osasco perde invencibilidade em casa

Olá,

Por conta de um compromisso familiar importantíssimo, no último sábado não tive oportunidade de acompanhar futebol como faço costumeiramente, mas no domingo pela manhã já voltei à minha rotina, indo cobrir mais uma partida do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. A pedida foi ir até a vizinha cidade de Osasco, mais precisamente ao Estádio Prefeito José Liberatti, local do jogo G.E. Osasco x Pão de Açúcar E.C. que valeu pela quinta rodada da primeira fase do campeonato.

Chegando ao meu destino, mais uma vez pude sentir o carinho que o pessoal local tem com o JOGOS PERDIDOS, pois fui muito bem recebido por várias pessoas, entre elas o Presidente do Grêmio, o Sr. Lindenberg, o assessor de imprensa e grande amigo Luís Pires, o popular "Varinha", além do figuraça Roqueiro, integrante da torcida local. Meu muito obrigado pela hospitalidade e um abração a todos.

Bem, começando a falar de futebol, a partida despertava enorme expectativa, pois o Grêmio Osasco além de ser, até então, o líder invicto do seu grupo, mantinha um aproveitamento de 100% na competição e iria enfrentar um adversário de respeito que historicamente realiza boas campanhas na Segundona e, sem mais demora, vamos com as fotos dos times e dos componentes da arbitragem que estão abaixo:


G.E. Osasco - Osasco/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Pão de Açúcar E.C. - Embu/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Marcelo Saltori, seus assistentes João Paulo Spim Redondo e Eduardo de Jesus Conceição, além do quarto árbitro André Luís Batista de Oliveira, acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Confirmando as expectativas, a partida começou com as equipes mostrando muita disposição, sendo que nos primeiros quinze minutos houve total equilíbrio das ações, porém com o passar do tempo era possível perceber que o Pão de Açúcar estava se soltando e começando apresentar maior volume de jogo.


Bom momento ofensivo do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

O Grêmio Osasco incentivado pela sua torcida que compareceu em número razoável, tentava sair para o ataque, mas esbarrava no sólido sistema defensivo do time visitante, além de demonstrar que não estava numa manhã inspirada, pois errava muitos passes e pouco criava em termos ofensivos.


Um dos raros momentos de ataque do Grêmio Osasco. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 30 minutos, os visitantes chegaram ao seu gol inaugural, marcado pelo zagueiro Osvaldo, aproveitando uma sobra de bola de um bate rebate em jogada que nasceu de cruzamento que veio da meia direita.


Jogada que resultou no primeiro gol do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

Após a abertura de contagem, os donos da casa procuraram acelerar o ritmo da partida visando o empate, mas nada conseguiram e, com isso o Pão de Açúcar levou para o intervalo a vantagem mínima. Durante o intervalo passei a maior parte do tempo conversando com o Luís Pires que fez um relato da situação atual e dos projetos do Grêmio Osasco. Além disso, o serviço de som anunciou por duas vezes ao público a presença do JP na partida.

Voltando ao jogo, na segunda etapa o time osasquense voltou mais disposto e começou a apertar a defesa visitante que tinha seu trabalho facilitado em razão dos erros de passe e pela má pontaria dos avantes locais, sendo que aos 17 minutos o Grêmio teve uma ótima chance que acabou sendo desperdiçada.


Cruzamento na área do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

Para confirmar que a manhã não era mesmo favorável ao Grêmio Osasco, aos 23 minutos o Pão de Açúcar chegou ao seu segundo gol marcado por Éverton numa jogada que começou na meia direita e que contou com uma bobeada geral da defesa local.


Bola no fundo da rede do Grêmio Osasco no segundo gol do Pão de Açúcar. Foto: Orlando Lacanna.

Depois do segundo gol dos visitantes, a ansiedade tomou conta dos atletas dos anfitriões e com isso tiveram maiores dificuldades em tentar diminuir a diferença. Alguns lances de ataque foram criados, mas a afobação estragava tudo, sendo que isso ficou evidenciado aos 33 minutos numa ótima oportunidade perdida por Danilo que se afobou e mandou a bola nas nuvens, numa jogada que poderia resultar em gol, caso houvesse um pouco mais de calma.


Atacante osasquense cercado pela defesa adversária. Foto: Orlando Lacanna.

Como o tempo foi passando e os esforços do Grêmio Osasco não deram em nada, a partida terminou com o placar eletrônico indicando Grêmio Osasco 0 - 2 Pão de Açúcar que terminou com a invencibilidade do time de Osasco, além de deixá-lo na terceira colocação na classificação do Grupo 5, enquanto o Pão de Açúcar assumiu a vice-liderança com o mesmo número de pontos (12), mas com saldo de gol superior. Como ainda restam nove jogos para cada equipe, muita água ainda vai rolar por baixo da ponte, mas entendo que as duas equipes têm condições de chegar à próxima fase da competição.

Fim de jogo e imediato retorno para São Paulo que foi muito facilitado graças a uma providencial carona do Varinha que simplificou o meu caminho de volta e dessa maneira pude chegar mais depressa em casa para desfrutar de um bom descanso no resto do domingão.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário