Procure no JP

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Terça-Feira com 2ª Divisão Paulista

Olá pessoal,

Hoje eu gostaria de fazer uma homenagem a AA Ponte Preta que chegou na final do Campeonato Paulista da Série A1, não pelo feito em si, mas porque graças ao primeiro jogo da decisão contra o Palmeiras que ocorreu em seu estádio, a partida entre Red Bull e Elosport, válida pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, foi transferida para a última terça-feira. Por este motivo eu consegui me dirigir ao Estádio Moisés Lucarelli para acompanhar esta partida, o que seria impossível para mim se ela tivesse acontecido no último domingo, como mostrava a tabela original da 2ª divisão.

É muito bom chegar em um estádio que constantemente é visto na televisão e poder entrar no gramado sem ser incomodado por porteiros, seguranças ou fiscais, e foi isso que ocorreu ontem, como mostram as fotos das equipes posadas a seguir:


Red Bull FEL - São Paulo/SP (mas mandando em Campinas/SP). Foto: Victor Minhoto.


Elosport CB - Capão Bonito/SP. Foto: Victor Minhoto.


Capitães das equipes, árbitro Carlos Eduardo Corrêa da Silva, assistentes Rafael Luiz da Silva e Marcelo Zamian de Barros e 4º árbitro Silvio Renato Silveira. Foto: Victor Minhoto.

Quanto ao jogo, pelo que o Fernando relatou da partida Sumaré 0x2 Red Bull, imaginei que a equipe mandante massacraria o adversário, porém não foi bem isso que aconteceu. Logo nos minutos iniciais o Red Bull partiu para cima do Elosport, tanto que chegou a levar perigo em algumas chances, mas passado o ímpeto inicial o jogo ficou equilibrado.


Em raro momento de perigo, ataque do Red Bull arremata escanteio sobre a meta adversária no 1º tempo. Foto: Victor Minhoto.

Como dito, após os primeiros minuntos o Elosport equilibrou as ações e o jogo caiu em termos de emoção, mesmo porque os visitantes pareciam mais preocupados em manter o empate do que conseguir a vitória. Com essa situação o primeiro tempo se desenrolou com muita briga pela bola no meio-campo mas com poucas chances reais de gol para os dois quadros, assim o que eu previa acontece, o jogo não teve abertura do placar na 1ª etapa.

Tanto eu como os 44 pagantes, que proporcionaram uma renda de apenas R$200,00, esperavam que o técnico Paulo Sérgio, aquele mesmo que foi campeão mundial em 1994, e o capitão Gilmar, que já jogou no Corinthians, liderassem o Red Bull à vitória, mas não foi isso que aconteceu. A equipe do energético até que demonstrava raça, mas sua qualidade técnica não era suficiente para furar a bem montada defesa dos visitantes.


Disputa de bola, tendo ao fundo de camisa vermelha, o técnico Paulo Sérgio do Red Bull. Foto: Victor Minhoto.

O segundo tempo transcorreu sem muitas emoções, até que aos 17 minutos, em um lançe que gerou muita reclamação, o árbitro assinalou um penalti para o Red Bull. Porém, parece que não era o dia do camisa 11 Felipe, que conseguiu acertar a cobrança no travessão e, desta forma, desperdiçar a melhor oportunidade de sua equipe.


Em cobrança de pênalti para o Red Bull, Felipe acerta o travessão e desperdiça a melhor oportunidade de sua equipe. Foto: Victor Minhoto.

Com essa grande chance desperdiçada parece que o Red Bull sentiu o golpe, tanto que a partir deste momento não levou grande perigo a meta adversária. Pelo contrário, até mesmo o Elosport passou a se aventurar ao ataque e assustar a equipe local. Entretanto, com o passar do tempo os visitantes se deram por satisfeitos com o empate, inclusive após o apito final alguns até mesmo esboçaram alguma comemoração.


Já nos instantes finais o Red Bull tenta desesperadamente o gol da vitória. Foto: Victor Minhoto.

O jogo terminou mesmo em Red Bull 0x0 Elosport, sendo que ambas equipes somam quatro pontos no campeonato. Apesar da boa pontuação, eu fiquei um pouco decepcionado com o Red Bull, que parece ter montado uma boa estrutura, porém o futebol apresentado não foi a altura e, se quiser brigar pelo acesso, vai ter que progredir muito.

Até a próxima,

Victor

Nenhum comentário:

Postar um comentário