Procure no JP

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Flamengo de Guarulhos goleia na Rua Javari

Olá,

Em outro final de semana que coube a mim a agradável missão de cobrir três jogos, começando no sábado pela manhã acompanhando o confronto entre a S.E. Palmeiras B x A.A. Flamengo em partida válida pela décima sexta rodada da fase inicial do Campeonato Paulista da Série A3.

Apesar dessas duas equipes terem aparecido recentemente por aqui, essa partida não poderia passar batida pelo JP, por conta dos seus ingredientes que têm a nossa cara, tanto que também estavam por lá o Victor e o David, pois além de ter sido realizada em campo neutro, ainda foi no histórico Estádio Conde Rodolfo Crespi, carinhosamente chamado de Rua Javari, que é um dos templos sagrados do futebol paulista, e quem sabe brasileiro.

Levando em conta as campanhas realizadas pelas duas equipes até antes da realização da partida, o time de Guarulhos era o favorito natural mesmo jogando fora dos seus domínios, mas como em futebol tudo pode acontecer, só restava aguardar a bola começar a rolar, porém antes vamos com as fotos das equipes e do quarteto de arbitragem que estão abaixo:


S.E. Palmeiras B - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


A.A. Flamengo - Guarulhos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Luciano Guilherme Coelho, seus assistentes Willian Jorge Dias e Alexandra Aparecida Rodolpho, além do quarto árbitro Daniel Pepe, acompanhado pelos capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

O jogo começou e o time esmeraldino saiu com tudo para o ataque e, para surpresa geral, abriu o placar logo aos 5 minutos, num golaço do avante Beto que recebeu a bola de costa para o gol, fez o giro em cima do zagueiro e fuzilou o arqueiro adversário, mandando a bola no canto esquerdo. Surpresa geral na Rua Javari e a dúvida se a zebra teria resolvido dar as caras por lá.

Após o gol, o Flamengo procurou mostrar tranqüilidade e tentou sair para o ataque, mas parava na boa atuação do sistema defensivo do Palmeiras B até então. Com o passar do tempo, o Flamengo foi se acertando melhor em campo, tocando a bola com consciência e aos poucos foi criando algumas oportunidades que não foram aproveitadas.


Uma das oportunidades desperdiçadas pelo Flamengo. Foto: Orlando Lacanna.

Finalmente aos 26 minutos, o time rubro-negro chegou ao empate através de um gol de falta magistralmente cobrada por Clayton que colocou a pelota no canto alto direito do goleiro alviverde que não teve nenhuma chance de fazer a defesa.


Bola viajando em direção ao fundo da rede do Palmeiras B no gol de empate do Flamengo. Foto: Orlando Lacanna.

O time da Capital assimilou o golpe e saiu para o jogo criando ótima chance aos 37 minutos, porém o goleiro Artur evitou a marcação do gol, praticando importante defesa em dois tempos.


Defesa do goleiro Artur evitando gol palmeirense. Foto: Orlando Lacanna.

Quando tudo indicava que o primeiro tempo seria encerrado com a igualdade no placar, o atacante Tom colocou o Flamengo em vantagem com a marcação de um belo gol aos 46 minutos, após receber lindo passe na entrada da área, livre de marcação e, com esse gol, levou para o intervalo o resultado de 2 a 1 a favor do seu time.

Durante o intervalo eu descobri a presença do zagueiro Cláudio Valdívia, irmão do ídolo palmeirense, entre os suplentes do Palmeiras B que posou para as lentes do JP. Apesar da curiosidade geral de ver esse outro Valdívia em ação, infelizmente ele não foi colocado em campo pelo seu técnico.


Cláudio Valdívia posando para as lentes do JP. Os "perdidos" Victor e David com o seu novo corte de cabelo. Fotos: Orlando Lacanna.

Voltando à partida, o segundo tempo começou com um forte domínio do Flamengo que dava a entender que queria resolver logo a parada e foi criando e desperdiçando chances, até que aos 22 minutos, Paulinho marcou o terceiro gol, aproveitando rebote do goleiro palmeirense.


Bola no fundo do gol palmeirense no terceiro gol do Flamengo. Foto: Orlando Lacanna.

Daí em diante o Flamengo se tornou o dono do jogo e se cansou de perder oportunidades, mas como já disse antes, o futebol pode apresentar surpresas e, aos 38 minutos, o time alviverde teve a oportunidade de diminuir a diferença e, quem sabe voltar ao jogo, com a marcação de um pênalti a seu favor. Bola na cal com o atacante Beto executando a cobrança e o goleiro flamenguista Artur praticando a defesa. Esse lance praticamente matou toda e qualquer possibilidade de eventual reação por parte do time verde.


Pênalti defendido por Artur do Flamengo. Foto: Orlando Lacanna.

No minuto seguinte, outro pênalti, só que agora a favor do Flamengo que não foi desperdiçado por Tom, decretando o quarto gol do Corvo.


Quarto gol do Flamengo marcado por Tom. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada com o placar eletrônico juventino apontando Palmeiras B 1 - 4 Flamengo que manteve o time de Guarulhos seguindo firme em direção à segunda fase e, não apenas isso, mas também a esperança de conquistar uma das quatro vagas à Série A2 em 2.009. Com relação ao Palmeiras B, é bom ligar o sinal de alerta, pois o fantasma do rebaixamento está rondando e, qualquer bobeada poderá ser fatal.

Tão logo a partida foi encerrada, voltei rapidinho para casa, graças a uma providencial carona do Victor, para um breve descanso e curtir um almoço em família para logo depois botar o pé na estrada para acompanhar meu segundo jogo do dia, mas isso fica para depois.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário