Procure no JP

terça-feira, 18 de março de 2008

Portuguesa afunda mais o Marília no Paulistão

Opa,

Fechando os jogos do último final-de-semana, no final da tarde de domingo tivemos a chance de ver mais um jogo do Campeonato Paulista 2008. E para marcarmos de novo nossa presença, voltamos ao Estádio do Canindé para o jogo entre Portuguesa e Marília. Junto comigo o Jurandyr esteve presente e lá encontramos o amigo Fernando Correia, todos esperando uma boa partida numa tarde/noite chuvosa de domingo.

Antes do jogo duas novidades: primeiro o fantástico placar do Canindé dando uma "Viajada" e anunciando duas equipes fantasma por lá e a outra foi o genial uniforme do MAC, com meias e calções pretos e camisa laranja fluorescente. Isso mesmo, o time do interior jogou de camisas laranjas, fato que aconteceu pela segunda vez no campeonato, como um pessoal de Marília nos disse. Como nós sempre gostamos de fatos diferentes, pelo menos eu aprovei a inovação.


Notem que o placar do Canindé mostrava um hipotético jogo entre "Portugusa" x "Marilha". Depois da palavra "Décifit" no Brinco de Ouro, a moda agora é inventar moda por aí. Foto: Fernando Martinez.

O jogo era propício para o rubro-verde afundar ainda mais o Marília na tábua de classificação. O time azul está nas últimas posições e a ameaça de rebaixamento é preocupante. A Portuguesa então teria a obrigação de vencer e garantir os três pontos em casa, já que o time ainda busca a classificação.

A Lusa começou bem a partida, tentando explorar a má campanha dos visitantes em chances de gol. E criou muitas oportunidades de abrir o placar, fato que acabou acontecendo aos 16 minutos. O zagueiro Bruno Rodrigo recebeu bola dentro da área e cabeceou. A pelota tocou na trave direita, nas costas do goleiro Giovane e entrou. Lusa 1 a 0.


Notem o Marília com sua camisa a là Força esperando um escanteio no ataque da Lusa no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O jogo continuou com várias chances para a Portuguesa ampliar, mas todas foram desperdiçadas. O rubro-verde então poderia ir para o intervalo com uma vantagem maior caso o árbitro Marcelo Ribeiro tivesse marcado um pênalti que nos pareceu muito claro aos 43 minutos. Além da não marcação, o atacante Christian ganhou um amarelo por simulação. Nem precisamos dizer que o lance foi bastante contestado pelos jogadores e torcida da Portuguesa. Fora então que o time quase toma o empate aos 45, mas o goleiro André Luís salvou. E o jogo foi para o intervalo com 1 a 0 mesmo.


Disputa de bola no meio-de-campo do jogo entre Portuguesa x Marília. Foto: Fernando Martinez.


Escanteio para o Marília no segundo tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Bom, aproveitamos então o intervalo para fazermos contas e rotas para uma possível viagem que pode rolar muito em breve. Com a logística que já é perfeita aqui do pessoal do JP, podem ter certeza que vamos conseguir trazer jogos bons para cá.

No segundo tempo, o Marília resolveu apostar na tradição e voltou sem seu uniforme doido. Talvez tenham pensado que o mesmo possa ter dado azar. Mas fato é que realmente o time visitante melhorou seu futebol e aproveitou uma Portuguesa que jogou com certa indolência para criar chances de empate.


A maior chance de gol do MAC no segundo tempo, que não resultou no empate para infelicidade da equipe do interior. Foto: Fernando Martinez.


Pressão do Marília no final do jogo, já que a derrota complicaria ainda mais a situação do time. Foto: Fernando Martinez.

Mas de certo mesmo só duas chances foram criadas com bastante perigo durante os 45 minutos finais, uma de cada lado. A torcida da Lusa reclamou bastante do futebol da equipe, e mesmo ganhando o jogo, não ficou satisfeita com a apresentação do time. E no final deu mais uma derrota do MAC: Portuguesa 1-0 Marília.

O resultado leva a Portuguesa aos seus 24 pontos e ainda mantém aceso o sonho da classificação. Já o Marília fica com seus 13 pontos em 18º lugar. Pior que as derrotas, a torcida fica preocupada com a falta de gols da equipe, que não marca desde o jogo contra o Noroeste, em 21 de fevereiro. Depois da vitória rubro-verde então, voltei para meu QG no Pari e depois fui curtir a noite paulistana numa ótima lanchonete na Zona Oeste. Já que o domingo à noite é tão ruim, vamos tentar melhorá-lo, não é mesmo?

Até a próxima

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário