Procure no JP

segunda-feira, 31 de março de 2008

Nacional vence o São Carlos e chega ao G8 da Série A3

Olá,

No último final de semana, voltei a me dedicar ao acompanhamento do Campeonato Paulista da Série A3, começando minha jornada dupla, no sábado, por aqui mesmo em São Paulo no Estádio Nicolau Alayon para conferir a partida Nacional A.C. x São Carlos F.L. que valeu pela décima terceira rodada da primeira fase da competição e, lá chegando, encontrei o perdido David, também chamado de Panda e o Rafael Lusitano que é um dos mais antigos amigos do JP.

Antes das equipes entrarem em campo, ainda deu um tempinho para bater um papo com o pessoal de duas rádios de São Carlos que não só conhecem o JOGOS PERDIDOS com o também acompanham o nosso trabalho. Um abraço a todo o pessoal das duas emissoras. Saindo do lado social e indo para o futebolístico, vamos com as fotos EXCLUSIVAS dos times e dos árbitros que estão abaixo:


Nacional A.C. - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


São Carlos F.L. - São Carlos/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Luciano Guilherme Coelho, seus assistentes Rafael Ferreira da Silva e Daniel Freiria Yeda, além do quarto árbitro José Paulo Canale com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Como o Nacional vinha de dois empates consecutivos, a vitória era fundamental para o time ferroviário pensar em classificação e, por conta disso, o Naça saiu com tudo logo no início do jogo, mas não conseguiu levar muito perigo à meta do São Carlos.


Cruzamento não aproveitado pelo ataque do Nacional. Foto: Orlando Lacanna.

Somente aos 19 minutos os donos da casa criaram a primeira situação perigosa, numa jogada que o goleiro Tiago saiu corajosamente nos pés do avante Rogério, praticando difícil defesa. O mesmo Rogério carimbou o poste direito da meta do time do interior aos 25 minutos, na segunda e última jogada de maior perigo do Nacional na primeira etapa.


Disputa de bola junto a lateral. Foto: Orlando Lacanna.

Somente aos 39 minutos o São Carlos foi perigoso no seu campo de ataque, quando o atacante Marcelo Dias, livre de marcação no bico da pequena área, mandou de cabeça a bola contra o poste direito do goleiro Wagner do Nacional. Nos últimos minutos os anfitriões conseguiram três escanteios em menos de dois minutos, mas mesmo assim não conseguiram vazar a defesa visitante e, como conseqüência o empate em 0 a 0 permaneceu até o final da primeira etapa.


Uma das raras defesas do goleiro do Nacional no primeiro tempo. Foto: Orlando Lacanna.

A segunda etapa começou com o São Carlos dominando as ações nos primeiros dez minutos, criando pelo menos uma boa chance e, numa roubada de bola do lateral Max do Nacional, nasceu um cruzamento pela direita e o artilheiro Rogério, de cabeça, aos 13 minutos, abriu o placar a favor do time da casa, num momento que o São Carlos estava melhor na partida.

Mesmo tendo aberto a contagem, o Nacional não se acertava em campo e, com isso, permitia ao time da "Águia da Central" se tornar mais perigoso no campo de ataque, mas aí começou a aparecer a boa atuação do goleiro Wagner.


Wagner voando e praticando difícil defesa. Foto: Orlando Lacanna.


Tentativa de armação de jogada ofensiva do Nacional. Foto: Orlando Lacanna.

Um time que conta com um artilheiro em campo tem sempre um trunfo que poderá ajudar na obtenção da vitória e foi exatamente isso que aconteceu, quando novamente o artilheiro Rogério, aos 32 minutos em outro lance de cabeça, marcou o segundo gol do time da Rua Comendador de Souza, jogando um balde água fria nas pretensões do São Carlos que ainda teve o seu atleta Lucas Bahia expulso aos 35 minutos.



Bola no fundo da meta do São Carlos no segundo gol. Na sequência do lance a comemoração dos atletas do Nacional e a desolação do goleiro do São Carlos. Fotos: Orlando Lacanna.

Depois do segundo gol, quase mais nada de importante aconteceu a não ser outra boa defesa de Wagner e, com isso o placar final ficou mesmo Nacional 2 - 0 São Carlos que colocou o time paulistano no grupo das oito equipes que estariam classificadas à segunda fase se a competição tivesse terminado nesse fim de semana. Como a diferença de pontos entre as equipes na tabela de classificação é pequena, o São Carlos ainda pode chegar, pois ainda restam seis partidas para cada equipe.

Fim de partida e rápido retorno para casa para curtir um descanso e um belo jantar em família. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário