Procure no JP

segunda-feira, 10 de março de 2008

Leão da Araraquarense pára Galo de Sorocaba

Olá,

Num final de semana que me possibilitou acompanhar uma jornada dupla, no sábado à tarde peguei a Rodovia Castello Branco e fui bater na progressista cidade de Sorocaba para conferir mais uma partida do Paulistão da Série A2. O meu destino final foi o Estádio Walter Ribeiro que foi palco da partida entre o C.A. Sorocaba contra o C.A. Taquaritinga, válida pela décima segunda rodada da primeira fase da competição.

Viajei levando comigo uma grande expectativa com relação a essa partida, pois tinha uma enorme curiosidade de ver em ação o time de Sorocaba que vem se mantendo nas primeiras colocações na tabela de classificação desde o início do campeonato e tem no seu elenco atletas experientes que com certeza devem estar fazendo a diferença, como são os casos do goleiro Buzzetto (ex-Guarani), Luciano Gigante (ex-Rio Claro) e Laércio (ex-Guaratinguetá), entre outros e, para começar nada melhor do que apresentar os artistas do espetáculo nas fotos abaixo que mais uma vez são EXCLUSIVAS:


C.A. Sorocaba - Sorocaba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Taquaritinga - Taquaritinga/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Alexandre Bigai Miranda, seus assistentes Hilton Francisco de Melo e Thiago Silva Egídio, além da árbitra reserva Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo, com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

Antes de falar da partida faço o registro de um fato curioso envolvendo a arbitragem que sofreu uma alteração de última hora, pois a assistente Tatiane Sacilotti não passou bem nos minutos que antecederam o início da partida e acabou trocando de função com o quarto árbitro Thiago S. Egidio que acabou assumindo o lugar dela que por sua vez desempenhou o papel do árbitro reserva.

A partida começou equilibrada, com as duas equipes se estudando, sendo que a primeira jogada mais aguda foi do Taquaritinga ao perder ótima chance aos 9 minutos num chute cruzado que percorreu toda extensão da pequena área sem que ninguém aparecesse para empurrar a bola para o fundo da meta. O Atlético chegou com um certo perigo ao gol adversário somente aos 15 minutos, quando conseguiu dar o primeiro chute ao gol.


Tentativa de início de ataque do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.


Mais uma tentativa de ataque do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.

Depois do primeiro ataque mais perigoso do Atlético, os sorocabanos começaram a gostar do jogo e passaram a dominar o CAT, tanto é verdade que abriram o placar aos 21 minutos num gol de cabeça de Gilberto aproveitando um cruzamento bem executado por Givanildo.

Em desvantagem, o Taquaritinga tentou ser mais agressivo, mas atacava de maneira atabalhoada, levando pouco perigo à meta de Buzzetto.


Jogada de ataque do CAT que não deu em nada. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 33 minutos, o Atlético quase aumentou, mas o goleiro Guilherme praticou boa defesa e com isso a primeira etapa acabou mesmo com a vantagem de 1 a 0 a favor dos donos da casa. O segundo tempo começou e o Galo de Sorocaba foi com tudo para o ataque e só não aumentou o placar graças a outra boa defesa do bom goleiro Guilherme.


Boa defesa do goleiro Guilherme do CAT. Foto: Orlando Lacanna.

Após esse lance, para surpresa geral, o Atlético caiu assustadoramente de produção, permitindo ao Leão da Araraquarense passar a dominar a partida, tanto que, depois de perder algumas oportunidades, conseguiu chegar merecidamente ao empate através de um golaço de Junai aos 28 minutos numa cobrança de falta com maestria. Com o empate a partida entrou no seu melhor período, com as duas equipes se alternando em criar e desperdiçar oportunidades.


Excelente defesa de Buzzetto impedindo gol do Taquaritinga. Foto: Orlando Lacanna.

Aos 33 minutos o Atlético teve o seu atleta Wanderson expulso, mas mesmo assim conseguiu segurar a bronca, não permitindo ao CAT o domínio total do jogo, mesmo jogando os últimos doze minutos com um homem a menos e, com isso o placar final ficou mesmo Atlético Sorocaba 1 - 1 Taquaritinga. No último minuto ainda ocorreu a explusão do zagueiro George do Taquaritinga.


Disputa de bola junto a lateral. Foto: Orlando Lacanna.

O empate decepcionou o razoável público presente que esperava mais do Atlético, mas mesmo assim os sorocabanos continuam na ponta de cima da tabela. Para o Taquaritinga o ponto conquistado fora de casa foi importante, mas não o suficiente para afastá-lo da 16ª posição, uma apenas acima da zona de rebaixamento.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, voltei a botar o pé na estrada para iniciar meu retorno a São Paulo em busca de um bom descanso, pois no domingo cedo já estaria em outro estádio, em outra cidade para acompanhar mais uma partida pelo Paulistão da Série A3, mas isso é conversa para o próximo post. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário