Procure no JP

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Oeste de Itápolis vence jogo emocionante em Limeira

Olá,

Dando continuidade à cobertura da rodada inaugural do Campeonato Paulista da Série A2, no domingo à tarde segui até a cidade de Limeira para ver de perto no Estádio Major José Levy Sobrinho, mais conhecido como "Limeirão", as estréias da A.A. Internacional e do Oeste F.C. cujas fotos EXCLUSIVAS estão abaixo, juntamente com o quarteto de arbitragem.


A.A. Internacional - Limeira/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Oeste F.C. - Itápolis/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Márcio Henrique de Góis, seus assistentes Emerson Augusto de Carvalho e Daniel Luiz Marques, além do quarto árbitro Roberto Carlos de Almeida com os capitães das equipes. Foto: Orlando Lacanna.

A partida começou com vinte minutos de atraso porque o desfibrilador estava desligado no interior da ambulância que não dispunha de bateria. Estava tudo pronto para o início do jogo quando alguém percebeu tal situação e aí foi aquele corre-corre danado para localizar alguma tomada e ligar o aparelho.

A bola finalmente começou a rolar e logo nos primeiros minutos a Inter saiu para o jogo visando abrir o placar logo de cara, o que acabou não acontecendo.


Uma das primeiras tentativas de ataque da Inter. Foto: Orlando Lacanna.

A situação começou a se complicar para o "Leão da Paulista" aos 12 minutos quando o árbitro marcou um pênalti no mínimo estranho a favor do Oeste, após o atacante rubro-negro ter "furado" e caído. Pênalti marcado e convertido por Marcos Dias abrindo o placar a favor do time de Itápolis.


Primeiro gol do Oeste em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Não demorou muito e aos 20 minutos o árbitro marcou outro pênalti polêmico a favor dos visitantes, gerando muitas reclamações dos limeirenses. Pênalti cobrado com o goleiro Fernando praticando a defesa, porém o árbitro mandou repetir a cobrança e aí sim Marcos Dias converteu, aumentando a vantagem dos visitantes e deixando a torcida local super cabreira.


Segundo gol do Oeste também em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com todas as adversidades, a Inter não desanimou e aos 37 minutos conseguiu seu primeiro gol, marcado por Vinícius em cobrança de falta pela esquerda.


Primeiro gol da Inter marcado por Vinícius em cobrança de falta. Foto: Orlando Lacanna.

Após diminuir a diferença, o time da casa apertou ainda mais, fazendo crer ao público presente que o empate era questão de tempo, e foi mesmo, pois já nos acréscimos, aos 47 minutos, Peres de cabeça marcou o segundo gol da Inter, deixando tudo igual no placar.


Segundo gol da Inter marcado no finalzinho da primeira etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Após um intervalo chuvoso, cuja tônica foram os comentários sobre os pênaltis marcados e a recuperação dos donos da casa, a partida recomeçou com a Inter dando claros sinais que pretendia virar o jogo logo de cara, pois criou e perdeu algumas chances.


Jogada ofensiva da Inter pela ponta direita. Foto: Orlando Lacanna.

Mesmo com maior predomínio limeirense, o Oeste não se acovardou e também saía para o jogo, tornando a partida emocionante. Aos 20 minutos, o árbitro marcou o terceiro pênalti do jogo, dessa vez a favor da Inter, cobrado por Peres que só conseguiu mandar a bola para o fundo da rede do Oeste após aproveitar rebote vindo da defesa parcial do goleiro Glaydson, colocando o time de Limeira em vantagem no placar.


Pênalti defendido parcialmente pelo goleiro do Oeste que deu rebote e o gol na seqüência. Foto: Orlando Lacanna.

Com a virada consumada, era de se esperar que o time local continuasse no mesmo ritmo para sacramentar a vitória que se desenhava, entretanto para surpresa geral, o Oeste passou a dominar o jogo empurrando a Inter para o seu campo de defesa e, numa escapada rápida pela direita aos 32 minutos, a bola foi cruzada e o atacante Mineiro de cabeça decretou novo empate, agora em 3 a 3.

A equipe leonina ainda tentou recuperar a vantagem no marcador, mas acabou sofrendo mais um gol, marcado novamente por Mineiro, aos 43 minutos em outra jogada rápida pela direita.

Final de jogo com o placar indicando Internacional 3 - 4 Oeste que resumiu uma partida emocionante com duas viradas, belos gols e muita polêmica. As duas equipes agradaram e têm tudo para irem crescendo durante a competição.

Quando o árbitro encerrou a partida, saí do gramado mais uma vez encharcado, dando início ao meu retorno para São Paulo, em companhia do amigo campineiro do JP, Luciano Claudino. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário